Cientistas testam vacina contra câncer de pele



Cientistas testam vacina contra câncer de pele

22 de maio de 2010

Cientistas norte-americanos da Rush University, em Chicago, estão empenhados em estudar com profundidade a vacina que atua no combate a herpes. O motivo é que a droga teve efeitos positivos para o tratamento do mais perigoso tipo de câncer de pele, o melanoma. O estudo entra na terceira fase. Tudo começou quando a vacina foi aplicada de forma acidental em uma amostra de célula cancerosa e um vírus presente no medicamento foi modificado e convertido em um agente que combate as células doentes sem causas danos às células saudáveis. Associado a isso, foi descoberto que a vacina contra a herpes tem agentes biológicos que auxiliam o sistema imunológico a responder ao melanoma. Na segunda fase da pesquisa, oito pacientes dos 50 que estavam fazendo o tratamento para o melanoma e receberam a vacina da herpes se recuperaram do câncer. Outros quatro tiveram uma excelente resposta a vacina e se curaram depois de uma cirurgia. Agora, na terceira fase, os pesquisadores irão aplicar a vacina em 430 pacientes norte-americanos. Eles receberão a injeção nos tumores de 15 em 15 dias durante cerca de 24 sessões. Os cientistas irão acompanhar os pacientes por dois anos.





SBD

Sociedade Brasileira de Dermatologia

Av. Rio Branco, 39 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20090-003

Copyright Sociedade Brasileira de Dermatologia – 2021. Todos os direitos reservados