Câncer de pele pode ser notado com autoexame



Câncer de pele pode ser notado com autoexame

22 de maio de 2010

Conhecer o próprio corpo é a melhor forma de detectar precocemente um câncer de pele, o mais incidente tumor maligno no mundo – no Brasil, corresponde a 25% dos casos de câncer. Para isso, os médicos recomendam o autoexame. ‘O ideal é que a pessoa se olhe no espelho todos os dias à procura de lesões ásperas, feridas que não cicatrizam, especialmente nas áreas mais expostas do corpo. E, se achar alguma alteração, procurar um médico’, diz Márcia Grieco, dermatologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos. As pintas merecem um cuidado especial nessa análise. A partir delas se desenvolve o tipo de câncer de pele mais perigoso: o melanoma. Felizmente, ele é também o menos incidente. O dermatologista Agnaldo Augusto Mirandez, da Sociedade Brasileira de Dermatologia, diz que o paciente deve seguir a regra do ABCD ao olhar as pintas. As letras representam os seguintes aspectos: assimetria, borda, cor e diâmetro.





SBD

Sociedade Brasileira de Dermatologia

Av. Rio Branco, 39 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20090-003

Copyright Sociedade Brasileira de Dermatologia – 2021. Todos os direitos reservados