SBD Informa: FMUSP abre vaga para preceptoria em formato internato



processo-seletivo-imagem.png

17 de janeiro de 2023 0

 

SBD Informa: FMUSP abre vaga para preceptoria em formato internato

Os interessados em se inscrever para a vaga de preceptoria para a Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), podem fazê-lo de 16 à 20 de janeiro. A prova será realizada no dia 24 deste mês. O edital completo está no link: http://www.sbd.org.br/wp-content/uploads/2023/01/Edital-de-Abertura-Concurso-a-Preceptoria.pdf

SBD_logoNoticias.jpeg

2 de janeiro de 2023 0

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DA ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

Ficam os Senhores Associados com direito a voto, em pleno gozo de suas prerrogativas e quites com as suas obrigações associativas da Sociedade Brasileira de Dermatologia convocados, na forma do art. 26 e seguintes do Estatuto Social, para se reunirem em Assembleia Geral Extraordinária a realizar-se no dia 18 de janeiro de 2023, na modalidade virtual através da plataforma “zoom” (ID: 837 2021 8516 Senha: 434619), tendo início às 19h15min em primeira convocação; com a presença da maioria absoluta dos associados; e, às 19h30min em segunda convocação, com qualquer número de presentes, com a seguinte Ordem do Dia:

ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA:
1. Palavra do Presidente;
2. Alteração do Estatuto Social da Sociedade Brasileira de Dermatologia, nos moldes dos arts. 72 a 74 do Estatuto vigente;

A Proposta de alteração do Estatuto encontra-se disponível na íntegra, para o conhecimento e leitura de todos os associados, no site da Sociedade Brasileira de Dermatologia (clique aqui), em respeito ao art. 73, II, do Estatuto vigente.

O associado deverá se inscrever para a Assembleia Geral através do link
https://hoffmann.zoom.us/webinar/register/WN_–G9TaMqRZO76z0DgzRQvg

Heitor de Sá Gonçalves
Presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia

CapaGuiaFotoprotecaoSIte_v2.png

31 de dezembro de 2022 0

Dúvidas sobre a escolha do protetor solar e a maneira correta de usá-lo são extremamente comuns. Para responder questões desse tipo, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) lança um guia especial com dicas simples com objetivo de auxiliar a população a se proteger do sol em todos as atividades cotidianas, assim como evitar o surgimento de problemas de saúde, como o câncer de pele. A iniciativa faz parte da campanha Dezembro Laranja desse ano.

CLIQUE AQUI E LEIA O GUIA NA ÍNTEGRA

No texto, dentre outros tópicos, os especialistas abordam questões como a importância da fotoproteção de forma rotineira; o comportamento adequado em dias nublados, asa quantidades recomendadas de protetor solar para cada parte do corpo; e os cuidados especiais que devem ser dedicados a crianças e gestantes.

“Por seu clima e localização, o Brasil recebe grande incidência de raios solares ao longo do ano. Por isso, na região, são maiores os riscos decorrentes da falta de proteção. Essa situação afeta a todos: quem vive no litoral e no interior ou quem está de férias ou trabalhando. Em síntese, todos nós podemos ser afetados por uma eventual falta de cuidados. Sendo assim, o melhor caminho é a prevenção para deixar a pele menos vulnerável”, afirma o presidente da SBD, Mauro Enokihara.

Maior risco – O documento, que está disponível para download no site da SBD, explica que entre os grupos com maior risco para o desenvolvimento do câncer estão as pessoas com pele, cabelo e olhos claros; com familiares com histórico de câncer de pele; com facilidade de apresentar queimaduras de sol e têm a pele com manchas, pintas ou sardas.

“Portanto, é recomendado ficar na sombra e evitar a exposição ao sol entre 9h e 15h, que são considerados os horários mais quentes. Além disso, deve-se fazer o uso de barreiras físicas e roupas com proteção UV”, lembra Renato Bakos, coordenador da campanha Dezembro Laranja, em 2022.

Orientações – A prevenção contra o câncer de pele e o reforço da fotoproteção passam pela adoção de hábitos simples, de fácil execução. A seguir, conheça algumas das atitudes que podem fazer a diferença em favor da saúde e do bem-estar de sua pele.

COMO SE PROTEGER – A fotoproteção vai além do simples uso do filtro solar. Para que sua pele fique a salvo, é necessário também usar barreiras físicas, como chapéus, bonés, barracas, guarda-sóis, óculos de sol e roupas feitas com tecido com proteção UV.

QUANTIDADE DE PROTETOR – Para saber quanto aplicar de filtro solar, fique atento à regra da “colher de chá”. No rosto, cabeça e pescoço, são duas colheres de chá; na parte da frente e de trás do dorso, outras duas colheres de chá; no braço e antebraço direitos, aplique uma colher de chá; no braço e antebraço esquerdos, outra colher de chá; nas coxas e pernas, duas colheres de chá para o lado direito e outras duas para o esquerdo.

CRIANÇAS – A fotoproteção começa cedo. A partir dos seis meses de idade, todas as crianças devem usar filtro solar diariamente. E um alerta: antes dessa idade, os bebês não devem ser expostos diretamente ao sol.

GESTANTES – As grávidas devem consultar um dermatologista para orientação sobre os cuidados especiais com a fotoproteção neste período. Isso porque, além do câncer de pele, outros problemas podem surgir por conta da exposição ao sol.

PROTETOR SOLAR CAUSA CÂNCER? – A resposta é não para essa hipótese, que, infelizmente, circula pela internet. É importante ressaltar que o protetor é um produto seguro e recomendado para reduzir os efeitos da radiação solar sobre a pele. As marcas são testadas antes de serem colocadas à venda, ou seja, são seguras e eficientes. Entretanto seu uso isolado, pode não ser suficiente.

“Em caso de dúvidas, consulte um médico, de preferência um dermatologista. Este especialista está preparado para orientar você a deixar sua pele livre dos riscos da exposição ao sol feita sem os cuidados recomendados e necessários. Busque orientação em fontes seguras e confiáveis, como o site e as redes sociais da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Proteja-se de fakenews que oferecem informações mentirosas deixando você e sua família em perigo”, concluiu o presidente Mauro Enokihara.

R-3-1200x1184-1.jpeg

31 de dezembro de 2022 0

Em 10 anos (entre 2013 e 2022), o Sistema Único de Saúde (SUS) fez o diagnóstico de 278.748 casos de câncer de pele no País. A população com mais de 50 anos foi a mais atingida por essa doença, que está sendo alvo de uma campanha de conscientização organizada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). O Dezembro Laranja 2022, que teve início este mês e pretende fazer inúmeros alertas ao longo dos meses do verão, de agora até 2023, tem como foco orientar, de forma especial, também os trabalhadores que se expõem ao sol de modo contínuo ao longo dos anos.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, no período analisado pela entidade médica, as faixas etárias com maior volume de casos são as seguintes: acima de 80 anos (48.345 casos), de 65 a 69 anos (37.195) e de 70 a 74 anos (37.076). Em contrapartida, os grupos com menos casos registrados são os que vão de 25 a 29 anos (2.869 casos), de zero a 19 anos (2.750) e de 20 a 24 anos (1.938).

 

A SBD acredita que os dados oficiais estejam subnotificados. Isso porque o Painel Oncologia Brasil, fonte das informações sobre diagnóstico, levou alguns anos para se impor como instrumento de gestão. Criado a partir da Lei 12.732/12, que estabelece prazos máximos para o início do tratamento de pacientes diagnosticados com câncer, o Painel só passou a implementar de forma efetiva o registro do diagnóstico de câncer de pele a partir de 2018. Antes disso, as informações não eram colhidas com o mesmo critério.

“A falta de informações, que impacta no desenvolvimento de políticas públicas sobre o tema, persiste. Apesar da evolução da metodologia para alimentar o Painel Oncologia, sob responsabilidade do Ministério da Saúde, ainda há inúmeros municípios que carecem de acesso a serviços especializados, retardando e dificultando o diagnóstico da doença e, consequentemente, aos dados epidemiológicos”, raciocina o presidente da SBD, Mauro Enokihara.

Ao avaliar os números registrados pela plataforma, a SBD constatou que entre 2013 e 2017 o número de novos diagnósticos de câncer de pele foi de aproximadamente 4 mil casos a cada ano. Com o aperfeiçoamento da ferramenta e dos fluxos de informações, esse número saltou significativamente. Entre 2018 e setembro de 2022, o total de diagnósticos de câncer de pele registrados chegou a 257.756 casos, ou seja, cerca de 52 mil casos ao ano.

Internações – Outro indicador analisado pela SBD foi o volume de internações hospitalares na rede pública para tratamento de câncer de pele. Ao longo de dez anos, houve um total de 467.621 registros desse tipo de atendimento estabelecimentos hospitalares do SUS. Em 2022 (de janeiro a setembro) foram apuradas 43.933 internações no País. Apesar desse número não representar o ano integralmente (apenas até setembro), o dado já é maior do que o registrado de janeiro a dezembro nos anos de 2012 (29.514); 2013 (32.505); 2014 (35.163); 2015 (38.734); 2016 (41.796); e 2020 (43.455).

No período analisado (2013 a 2022), os cinco estados que apresentaram maior número de internações decorrentes de câncer de pele foram, respectivamente: São Paulo (119.503 casos), Paraná (71.515), Rio Grande do Sul (48.463), Minas Gerais (40.753) e Santa Catarina (31.126). Do ponto de vista regional, os dados absolutos confirmam a maior prevalência desse problema de saúde no Sudeste (188.442 registros) e Sul (151.104). Na sequência, surgem o Nordeste (83.431), Centro-Oeste (35.889) e Norte (8.755).

Campanha – A divulgação do levantamento feito pela SBD ocorre pouco após o início do Dezembro Laranja, que neste ano tem como mote “Não espere até sentir na pele”. O objetivo é trazer ao centro dos debates os trabalhadores rurais e/ou aqueles que estão diariamente expostos aos raios solares em virtude de sua profissão.

“A prevenção ao câncer da pele é importante em todas as esferas da sociedade, desde aqueles que estão expostos ao sol por lazer até os que precisam trabalhar ao livro todos os dias. Por isso, queremos mostrar as formas possível de fotoproteção, como o uso de filtro solares e de barreiras físicas, como bonés, chapéus, óculos”, explica Renato Bakos, coordenador do Departamento de Oncologia Cutânea da SBD.

Nesse ano, a iniciativa foi marcada pela retomada de mutirões gratuitos para à população. Os atendimentos foram realizados no início de dezembro em cerca de 100 postos cadastrados e espalhados pelo Brasil. Nesses locais, os pacientes contaram com atendimento de especialistas da SBD e receberam informações sobre prevenção ao câncer da pele. Como esta é uma ação resolutiva, os pacientes que tiveram alguma lesão suspeita foram encaminhados para tratamento.

“O mutirão é um dos pilares da campanha da SBD. Nos últimos dois anos não tivemos como realizar em virtude da pandemia de covid-19. Por isso, estamos muito felizes de poder retomar esse contato com a população, que é extrema importância para a conscientização sobre o câncer”, diz Bakos.

Ações – Além dos atendimentos, a campanha ganhou força nas redes sociais da entidade. Durante dezembro serão publicados cards, vídeos e motions explicativos sobre o câncer e a importância de procurar um médico dermatologista em caso de aparecimento de uma mancha suspeita. Estão previstos ainda a participação de influenciadores e celebridades gravando vídeos incentivando a população a procurarem um médico de confiança e ficarem sempre atentos aos sinais.

Outra ação bastante consagrada e que estará presente nesta edição da campanha é o apoio e iluminação de prédios públicos e monumentos históricos ao redor do País na cor laranja. Entre as entidades que apoiam a campanha estão a Associação Médica Brasileira (AMB); o Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2); o Tribunal de Justiça Militar do Estado de São Paulo (TJMSP); o Conselho Nacional de Justiça (CNJ); a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Amazonas; entre outras.

CAPA-RELATORIO.png

31 de dezembro de 2022 0

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) publicou nesta semana um relatório sobre os dois anos de mandato da atual diretoria, presidida por Mauro Enokihara. No documento, são destacadas, de maneira objetiva, as principais atividades realizadas ao longo da gestão 2021-2022, entre elas: a elaboração de documentos científicos; a promoção dos encontros de atualização do Conexão SBD; o trabalho de comunicação feito junto à imprensa e aos associados; a criação de dois podcasts, voltados especificamente aos dermatologistas e ao público em geral; e muito mais.

O balanço é apresentado através de um projeto editorial e gráfico fluido, que facilita a prestação de contas, trazendo mais visibilidade e transparência ao trabalho realizado pelo atual grupo gestor a frente da SBD.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O DOCUMENTO NA ÍNTEGRA

SBDManualTeledermatologia_capaSite_v3.png

31 de dezembro de 2022 0

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) lançou a versão editada e atualizada do Guia de Teledermatologia. A publicação conta com atualização de acordo com a Resolução CFM Nº 2.134/2022. O Manual também oferece orientações importantes para a condução dos encontros.

LEIA AQUI O MANUAL NA ÍNTEGRA

3032a2dd-822c-4885-abc5-aa980b166da4.jpeg

29 de dezembro de 2022 0

Em dezembro de 2022, prédios, monumentos e pontos turísticos em diferentes pontos do Brasil ganharam iluminação na cor laranja, simbolizando engajamento na luta contra o câncer de pele. Essas ações fazem parte da Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer de Pele – Dezembro Laranja, organizada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

“Não espere até sentir na pele”. Esse é o slogan da campanha que, com o apoio de profissionais e de inúmeras entidades públicas e privadas, visa alertar a população sobre os riscos da doença. Para tanto, a ação distribuiu conteúdo feito para ressaltar a importância do diagnóstico e do tratamento precoces, informar sobre as formas de prevenção e os cuidados que devem ser incorporados à rotina.

Até o momento, instituições e órgãos públicos de 22 estados e do Distrito Federal anunciaram apoio à campanha. Esse movimento demonstra o potencial da luta contra um problema que afeta 185 mil novas pessoas ao ano, sendo o tipo de neoplasia mais prevalente no Brasil. Confira abaixo alguns dos prédios, monumentos e pontos turísticos que aderiram à iniciativa.

Acre (AC) – O Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC) recebeu iluminação na cor laranja em apoio à campanha, além de divulgar os materiais alusivos ao tema.

Alagoas (AL) – A Prefeitura de Maceió e a Secretaria Municipal de Saúde aderiram à campanha através da divulgação dos materiais.

Amapá (AP) – Em apoio à campanha, a Prefeitura de Macapá divulgou os materiais alusivos ao tema.

Amazonas (AM) – O principal símbolo cultural e arquitetônico do Estado – Teatro Amazonas –, que é tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional, recebeu iluminação especial na cor laranja no dia 27 de dezembro. A Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Amazonas, o Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM) e o Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região (TRT11) divulgaram os materiais alusivos à campanha.

Bahia (BA) – O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) iluminou o seu edifício-sede na cor laranja durante todo o mês de dezembro. O Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJBA) e o Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT5) também iluminaram as suas sedes em apoio à campanha. Além desses, a Câmara Municipal de Teixeira de Freitas também divulgou os materiais alusivos ao tema.

Ceará (CE) – O Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região (TRT7), em Fortaleza, aderiu à iniciativa através da divulgação dos materiais. A estátua do Padre Cícero, em Juazeiro do Norte, recebeu iluminação especial na cor laranja entre 8 e 12 de dezembro.

Distrito Federal (DF) – Em Brasília, o Congresso Nacional foi iluminado na cor laranja nos dias 6 e 7 de dezembro. O Palácio do Buriti, sede do Governo do Distrito Federal, ganhou tons de laranja entre 1º e 15 de dezembro, assim como o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e o Supremo Tribunal Federal (STF). Os prédios do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) receberam iluminação na cor laranja em apoio à campanha durante todo o mês de dezembro. A sede do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) foi iluminada de laranja entre 1º e 20 de dezembro. As sedes do Conselho Federal de Medicina (CFM) e do Tribunal Superior do Trabalho (TST) também receberam iluminação especial na cor laranja em apoio à campanha. Além desses, o Conselho Nacional de Secretarias de Saúde (Conasems), o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), o Banco de Brasília S.A (BRB), o Superior Tribunal Militar (STM) e o Superior Tribunal de Justiça (STJ) divulgaram os materiais alusivos ao tema.

Espírito Santo (ES) – A Prefeitura de Vitória aderiu à campanha com a iluminação da Ponte da Ilha do Frade na cor laranja entre 6 e 31 de dezembro. Além da prefeitura, o Tribunal Regional do Trabalho da 17ª Região (TRT17) também manifestou o seu apoio através da divulgação dos materiais da campanha.

Goiás (GO) – Os prédios que compõem o Complexo Trabalhista de Goiânia, do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região (TRT18), assim como a sede do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO) foram iluminados de laranja em apoio à campanha. Além disso, TRT18 e TRE-GO também divulgaram os materiais da campanha.

Mato Grosso (MT) – O Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região (TRT23) recebeu iluminação na cor laranja em apoio à campanha durante todo o mês de dezembro. Além do TRT23, o Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso (TJMT) também divulgou os materiais alusivos ao tema.

Mato Grosso do Sul (MS) – O Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região (TRT-24) e o Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) manifestaram os seus apoios através das divulgações dos materiais da campanha.

Minas Gerais (MG) – O Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG) iluminou a sua sede durante todo o mês de dezembro em apoio à campanha, além de divulgar os materiais alusivos ao tema. O Tribunal de Justiça Militar do Estado de Minas Gerais (TJMMG), por meio de sua Comissão Gestora do Plano de Logística Sustentável e Comissão de Saúde, divulgou os materiais da campanha aos seus servidores, colaboradores, jurisdicionados e público em geral. Além disso, os servidores da Justiça Militar de Minas Gerais se engajaram à campanha no dia 14 de dezembro, quando receberam fitas alusivas ao tema da prevenção ao câncer de pele. A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), a Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult-MG) e a Prefeitura de Belo Horizonte também divulgaram os materiais alusivos ao tema.

Pará (PA) – O edifício-sede do Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJPA) ganhou tons de laranja durante todo o mês de dezembro. O TJPA também divulgou o material da campanha.

Paraíba (PB) – O Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região (TRT-13) manifestou o seu apoio através da divulgação dos materiais da campanha.

Paraná (PR) – A Prefeitura de Curitiba iluminou a Praça 29 de Março entre 1º e 7 de dezembro. Além dela, o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) também divulgou os materiais alusivos ao tema.

Pernambuco (PE) – O edifício-sede do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5) recebeu iluminação na cor laranja entre 1º e 14 de dezembro. Além disso, a recepção da área de saúde ficou decorada com a temática durante todo o mês de dezembro. Além do TRF5, o Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT6) também divulgou os materiais da campanha.

Rio de Janeiro (RJ) – O Cristo Redentor, considerado uma das sete maravilhas do mundo, foi iluminado de laranja na noite do dia 1º de dezembro. A sede do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) ganhou tons de laranja durante todo o mês de dezembro. Já a sede do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) recebeu iluminação especial laranja entre 1º e 15 de dezembro. O Palácio Guanabara, sede do Governo do Estado, foi iluminado de laranja entre 2 e 4 de dezembro. O Palácio Pedro Ernesto, sede da Câmara Municipal do Rio, recebeu iluminação especial laranja entre 3 e 11 de dezembro. Os Arcos da Lapa e o Monumento a Estácio de Sá ficaram iluminados em tons de laranja entre 10 e 15 de dezembro. Já a Câmara Municipal de Niterói ganhou tons de laranja entre 10 e 31 de dezembro. Além desses, a Prefeitura do Rio de Janeiro, o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJERJ) e o Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT1) também divulgaram materiais alusivos ao tema.

Rio Grande do Norte (RN) – O Palácio Felipe Camarão, sede da Prefeitura de Natal, ganhou iluminação laranja entre 6 e 21 de dezembro. Além disso, a prefeitura também divulgou os materiais alusivos à campanha.

Rio Grande do Sul (RS) – O Tribunal de Justiça Militar do Estado do Rio Grande do Sul (TJMRS) iluminou a sua sede de laranja entre 1º e 7 de dezembro. O Centro Administrativo Fernando Ferrari (CAFF) ficou iluminado entre 5 e 15 de dezembro. O Palácio Piratini, sede do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, ganhou tons de laranja entre 16 e 31 de dezembro. Além desses, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS) divulgou os materiais da campanha, assim como o Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (CREMERS), que promoveu capacitação alusiva ao tema.

Rondônia (RO) – O Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia (TRE-RO) aderiu à campanha através da divulgação das ações realizadas neste mês. A ação do TRE-RO contou com o envio de mensagens eletrônicas e publicações nos canais de comunicação do tribunal com dicas para a prevenção da doença.

Santa Catarina (SC) – A sede da Justiça Federal de Santa Catarina (JFSC) ganhou tons de laranja durante todo o mês de dezembro. Além da JSFC, o Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC) e o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) também divulgaram os materiais da campanha.

São Paulo (SP) – Em São Paulo, a sede da Associação Médica Brasileira (AMB) foi iluminada na cor laranja durante todo o mês de dezembro. Já o Tribunal de Justiça Militar do Estado de São Paulo (TJMSP) recebeu iluminação laranja entre 1º e 15 de dezembro. O Metrô de São Paulo iluminou em laranja as estações Tamanduateí e Trianon-Masp entre 2 e 21 de dezembro. E afixou cartazes sobre o tema nas 63 estações do metrô entre 5 e 31 de dezembro. Os Fóruns Trabalhistas Ruy Barbosa, Zona Sul e Zona Leste, do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT2), ganharam tons laranja entre 5 e 31 de dezembro. O Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo do Estado, recebeu iluminação na cor laranja no dia 15 de dezembro, em sinal de adesão à campanha. O Edifício Matarazzo, sede da Prefeitura de São Paulo; o Viaduto do Chá, a Biblioteca Mário de Andrade, a Ponte Estaiada e o Pateo do Collegio receberam iluminação especial laranja nos dias 1º e 15 de dezembro. Além desses, o Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3), a Câmara Municipal de Porto Feliz, o Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (Campinas) e o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) também divulgaram materiais da campanha.

Sergipe (SE) – A Secretaria de Estado da Saúde de Sergipe (SES) manifestou o seu apoio através da divulgação dos materiais da campanha.

Banner-site_1920x1080px_Dezembrolaranja-2022.png

29 de dezembro de 2022 0

Os atores Tony Ramos e Carmo Dalla Vecchia, o jornalista Phelipe Siani, a atriz e escritora Ingra Lyberato e as atletas de vôlei de praia Jacqueline Silva e Ágatha Rippel, respectivamente, a campeã e vice-campeã olímpicas na modalidade, declararam apoio à Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer de Pele – Dezembro Laranja, promovida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

Em vídeos especialmente gravados para a iniciativa em 2022, essas celebridades emprestaram imagem e voz para alertar a população, os profissionais de saúde e os governantes para o desafio de enfrentar essa doença, que é o tipo de neoplasia mais prevalente no Brasil, com cerca de 185 mil novos casos ao ano.

Em 2022, com o mote “Não espere até sentir na pele”, a campanha Dezembro Laranja coloca no centro dos debates os trabalhadores urbanos e rurais que estão diariamente expostos aos raios solares em virtude de sua profissão. Quando descoberto no início, o câncer de pele tem mais de 90% de chances de cura. Por isso, na visão da SBD, deve ser redobrado o esforço para que a população fique atenta aos sinais e sintomas, buscando ajuda junto ao médico dermatologista assim que os notar.

O ator Tony Ramos lembrou sobre a importância de cuidar da pele, que é o maior órgão do corpo. “Procure evitar que a sua pele seja exposta de forma indevida ao sol. Além do envelhecimento precoce e do surgimento de marcas, essa falta de cuidado pode abrir caminho para o câncer de pele”, alertou.

Por sua vez, Carmo Dalla Vecchia deu dicas de medidas simples, que podem ser incorporadas na rotina para proteger a pele dessa doença. “Use sempre protetor solar, não esqueça de colocar chapéu ou boné e óculos escuros quando for ficar exposto ao ar livre e evite exposição ao sol em horários em que as temperaturas são mais altas”, explicou.

O jornalista Phelipe Siani abordou em sua mensagem o tema da fotoproteção, que são medidas adotadas no cotidiano para proteger dos raios solares. “Para começar, use protetor solar com regularidade. Você também pode e deve abusar de chapéus, óculos de sol e camisetas com tecidos especiais. Se tem dúvidas, converse com o médico dermatologista”, enfatizou.

A atriz e escritora Ingra Lyberato alertou, principalmente, para quem trabalha de sol a sol de forma contínua. “Quero mandar um recado para todos os trabalhadores que estão todos os dias nas ruas, no mar e no campo, se expondo ao sol. É preciso se proteger da exposição contínua aos raios solares. Sem esse cuidado, aumenta o risco de surgimento de câncer de pele”, afirmou.

Já a campeã olímpica de vôlei de praia Jacqueline Silva deu dicas para evitar que a exposição ao sol possa causar problemas ao longo do tempo. “Sempre que possível, busque abrigo dos raios solares em barracas, guarda-sóis e varandas. E atenção: essas dicas não valem só para quem está na praia ou de férias. São recomendações importantes para todas as pessoas que se expõem à luz solar durante o trabalho. Converse com o médico dermatologista, ele está preparado para nos orientar”, disse.

Finalmente, a vice-campeã olímpica Ágatha Rippel orientou: quem quiser saber mais sobre câncer de pele deve conversar com um médico dermatologista ou visitar o site da SBD. “Lá tem muitas informações úteis e confiáveis que vão fazer bem para você e a sua família”, explicou.

pdermato_ep24_cardSite.jpeg

16 de dezembro de 2022 0

Sol e umidade em excesso, contato com ambientes com grande circulação de pessoas, praias e piscinas. Esses são alguns dos cenários propícios para o surgimento de doenças de pele no verão.

Com a chegada da estação é comum o aumento da transpiração e umidade do corpo, e, com isso, crescem os casos de micoses e irritações na pele. Nessa época, estima-se um aumento de até 50% no número de consultas em clínicas dermatológicas no Brasil, decorrentes da umidade e exposição excessiva ao sol.

Neste episódio de Palavra de Dermato, vamos falar sobre esse assunto que interessa a todo mundo. Afinal, verão tem que rimar com saúde em todos os sentidos, em especial na pele.

OUÇA AQUI O EPISÓDIO!

cb717a3c-2d4e-4652-a75b-255e182bbe75.jpeg

13 de dezembro de 2022 0

Contra o câncer de pele, todo cuidado é fundamental. Se tem exposição, tem que ter proteção. Com esse foco, começa hoje (1º) a Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer de Pele, promovida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Sintonizado com a importância do cuidado à saúde, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) aderiu ao movimento.

Clique aqui para ler mais





SBD

Sociedade Brasileira de Dermatologia

Av. Rio Branco, 39 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20090-003

Copyright Sociedade Brasileira de Dermatologia – 2021. Todos os direitos reservados