Cristo Redentor será iluminado na cor laranja em alusão ao Programa Brasileiro de Prevenção do Câncer da Pele da SBD



dl2022_homeAcoes.jpg

30 de novembro de 2022 0

Nessa quinta-feira (1º), um dos principais pontos turísticos do País, o monumento ao Cristo Redentor, será iluminado na cor laranja com o objetivo de chamar a atenção para a conscientização acerca do câncer de pele. A ação faz parte do Dezembro Laranja, que é a campanha promovida anualmente pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Além do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro (RJ), outros monumentos e prédios recebem a mesma iluminação em diferentes estados.

Segundo estimativas do Instituto Nacional do Câncer (Inca), no triênio 2023-2025, serão registrados, por ano, 9 mil novos casos de câncer de pele melanoma e mais de 220 mil casos de câncer de pele não melanoma. Do primeiro tipo, estima-se que 4.640 serão em homens e 4.340 em mulheres. Já do segundo, 101.920 registros ocorrerão em homens e 118.570 em mulheres.

A edição de 2022 da campanha do Dezembro Laranja tem como tema “Não espere até sentir na pele”. A intenção é colocar no centro dos debates os trabalhadores urbanos e rurais que estão diariamente expostos aos raios solares em virtude de suas atividades, além de todos que tomam sol em horários de lazer.

A prevenção ao câncer da pele pode ser feita diariamente e de forma simples. Entre as medidas recomendadas pelos especialistas estão: usar chapéus, camisetas, óculos escuros e protetores solares; evitar a exposição solar, sobretudo entre 9h e 15 horas; passar sobre a pele filtros solares com FPS 30 ou mais diariamente e não somente em horários de lazer; e consultar um médico dermatologista ao menos uma vez por ano para um exame completo.

ACESSE    HTTPS://WWW.SBD.ORG.BR/DEZEMBROLARANJA/     E                    SAIBA MAIS SOBRE O DEZEMBRO LARANJA 2022

A iniciativa desse ano também ganha fôlego com a retomada dos mutirões gratuitos à população para identificar casos novos da doença. Os atendimentos estão previstos para acontecer no dia 3 de dezembro (sábado), das 9h às 15h. Ao todo, serão aproximadamente 100 postos cadastrados e espalhados pelo Brasil nos quais os pacientes contarão com o atendimento de especialistas da SBD e receberão informações sobre prevenção ao câncer da pele. Pacientes que tiverem lesão suspeita serão encaminhados para tratamento. O acolhimento será feito por ordem de chegada, dentro de um número limitado de consultas.

Para o presidente da SBD, Mauro Enokihara, contar com apoio de entidades, iluminando monumentos e prédios históricos, ajuda na sensibilização sobre o tema. “É muito importante que a população conheça mais sobre a doença. Quando vemos a iluminação em locais de grande movimentação, chama-se atenção para a relevância desse problema de saúde pública. A curiosidade é despertada é muitos vão em busca de outras informações sobre o porquê do uso daquela cor”, diz.

dl2022_homeAcoes.jpg

24 de novembro de 2022 0

Dezembro de 2022 marca a retomada do reencontro da população com os mutirões de atendimento para a prevenção ao câncer de pele. Em quase todos os estados país, iniciativas desse tipo serão realizadas sob a coordenação da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) que, juntamente com parceiros locais, volta a promover essas ações tradicionais e gratuitas que foram interrompidas durante a pandemia de covid-19. Os atendimentos acontecerão em cerca de 100 centros cadastrados e espalhados por todo o País. As avaliações ocorrerão no dia 3 de dezembro (sábado), entre 9h e 15h.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O POSTO MAIS PERTO DE VOCÊ!

Na data dos mutirões, os interessados devem procurar o posto de atendimento mais próximo de sua residência. Ao chegarem no local, serão submetidos a um exame de triagem, sendo que posteriormente o paciente será examinado por um médico dermatologista da SBD. Em caso de lesão suspeita, a pessoa será encaminhada para tratamento. O acolhimento será feito por ordem de chegada, dentro de um número limitado de consultas.

Para o presidente da SBD, Mauro Enokihara, a volta dos atendimentos presenciais, no formato de mutirão, traz uma sensação de felicidade. “Foram dois anos conturbados e incertos por conta da pandemia. Nesse período, não pudemos estar em contato com a população. Sabemos que, infelizmente, muitos deixaram de se consultar. Por isso, poder fazer esses atendimentos e levar informação e auxílio à população é reconfortante e difunde uma das grandes metas da SBD”, afirmou.

PARA SABER MAIS SOBRE A CAMPANHA, CLIQUE AQUI

Campanha – O Dezembro Laranja é organizado desde 2014 pela entidade. Em 2022, seu slogan é “Não espere até sentir na pele” e busca levar conhecimento e cuidado aos trabalhadores de áreas rurais e/ou que ficam expostos aos raios solares diariamente em virtude de suas profissões e  no lazer. Consequentemente, foca também em pessoas que frequentam praias, cachoeiras, piscinas ou que estão constantemente em áreas ao ar livre.

Em 2019 – ano em que foi realizada a última ação presencial – foram atendidas mais de 25 mil pessoas, em cerca de 130 postos, por todo o Brasil. Desde a sua implementação, em 1999, a iniciativa já beneficiou mais de 600 mil pessoas.

“A campanha de prevenção ao câncer da pele é fundamental e um pilar da SBD para podermos falar dessa doença que acomete milhares de pessoas, mas que ainda pouco se fala. Se pensarmos, então, em um País como o Brasil, que é tropical e onde diariamente as pessoas estão expostas aos raios solares, é preciso redobrar os cuidados e levar conhecimento para a população sobre todas as possibilidades de fotoproteção, como evitar horários de maior incidência de radiação ultravioleta, usar chapéus, camisetas, procurar sombras e utilizar os filtros solares”, explica Renato Bakos, coordenador do Departamento de Oncologia Cutânea da SBD e da campanha de 2022.

Acometimento – Números oficiais analisados pela SBD mostram que mais de 17 mil casos de câncer de pele deixaram de ser diagnosticados no auge da pandemia de covid-19. A situação afetou sobretudo a população que tem mais de 60 anos. O total de internações em decorrência da doença também caiu 26%, segundo informações do Sistema Único de Saúde (SUS).

Durante o ano de 2020, momento mais crítico da pandemia de covid-19, foram realizados 17.227 diagnósticos a menos dessa doença do que em 2019. Isso significa que o número absoluto de casos foi 24,7% menor do que no período anterior ao avanço do coronavírus.

Imagem-do-WhatsApp-de-2022-11-18-as-18.36.17.jpg

18 de novembro de 2022 0

Academia Europeia de Dermatologia (EADV) oferece bolsas para o Simpósio de Primavera de 2023

Podem se candidatar ao benefício médicos residentes e especializandos, bem como detentores do título de especialista em dermatologia com menos de 40 anos de idade

A Academia Europeia de Dermatologia (EADV) oferece bolsas de estudo aos jovens dermatologistas ou residentes/estagiários, com menos de 40 anos de idade. O benefício consiste em inscrição gratuita no Simpósio de Primavera de 2023, um auxílio de viagem de 1 mil euros, e adesão gratuita à EADV para o ano civil de 2024, de acordo com o status de cada beneficiário.

Os candidatos que trabalham em países não-europeus são elegíveis para se candidatar à bolsa Imrich Sarkany Non-European Memorial Scholarship”.

A EADV oferecerá a bolsa “Imrich Sarkany Non-European Memorial Scholarship” para um máximo de doze (12) jovens especialistas de países não-europeus. Candidatos que trabalham na Argélia, Chipre, Egito, Líbia, Líbano, Israel, Marrocos, Palestina, Síria, Tunísia e Turquia devem se inscrever para a John Stratigos Memorial Scholarship.

O grupo responsável pela seleção reforça que só as solicitações preenchidas de acordo com o formato requerido serão consideradas. Solicitação incompleta e/ou não preenchida com base nestas regras serão automaticamente rejeitadas.

FIQUE ATENTO AO DETALHAMENTO ABAIXO:

PRAZO DE INSCRIÇÃO: 10 de janeiro de 2023 (até às 13h – horário de Brasília).

CRITÉRIOS PARA CANDIDATURA À BOLSA

  • Ser residente/estagiário, especialista ou cientista em dermatologia com menos de 40 anos de idade;
  • Não ter recebido anteriormente uma bolsa de estudos EADV (Micheal Hornstein Scholarship, John Stratigos Scholarship ou Imrich Sarkany non-European Memorial Scholarship)
  • Ter bom conhecimento da língua inglesa;

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

  • Preencher o Formulário de Candidatura à Bolsa de Estudo, disponível online no link: https://eadvsymposium2023.org/scholarships/eadv-scholarships/;
  • Enviar um CV atualizada resumido (não deve ter mais de 3 páginas);
  • Apresentar lista de publicações escritas, conforme explicado no documento “How to prepare my publications list”, disponível online. Recomenda-se que os candidatos leiam atentamentos o documento, pois um novo modelo e sistema de pontuação foi aplicado;
  • Anexar carta escrita em papel timbrado (assinada e carimbada), redigida pelo diretor de treinamento/chefe de departamento, hospital ou clínica onde atua com endosso à inscrição;
  • Encaminhar cópia do certificado de treinamento do candidato (traduzido em inglês), indicando as datas de início e término, OU do certificado de especialista (ou uma carta da Sociedade Brasileira de Dermatologia confirmando essa situação);
  • Anexar cópia de documento de identidade e uma foto tamanho passaporte;

OUTRAS INFORMAÇÕES:

Acesse https://eadvsymposium2023.org/scholarships/eadv-scholarships/

psoriase2022_banner1_desktop.jpg

3 de novembro de 2022 0

Em outubro, prédios, monumentos e pontos turísticos em diferentes pontos do Brasil ganharam iluminação nas cores roxo e laranja, simbolizando engajamento na luta pela saúde da pele da população. Essas ações fazem parte da Campanha Nacional de Conscientização da Psoríase, organizada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

“Juntos com você”: esse é o slogan da campanha que, com o apoio de profissionais, pacientes e de instituições e órgãos públicos, visa alertar a população sobre esse problema de saúde pública. Para tanto, a ação distribuiu conteúdo feito para ressaltar a importância do diagnóstico e do tratamento precoces, informar sobre as opções terapêuticas disponíveis e combater o preconceito contra as pessoas acometidas pela doença.

Até o momento, instituições e órgãos públicos de 23 estados e do Distrito Federal anunciaram apoio à campanha. Esse envolvimento demonstra o potencial da ação que luta contra um problema que afeta a pele de cerca de 3% da população mundial, isto é, 125 milhões de pessoas em todo o mundo, sendo 5 milhões apenas no Brasil. Confira abaixo alguns dos prédios, monumentos e pontos turísticos que aderiram à iniciativa.

Amapá (AP) – O Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP) iluminou a sua sede nas cores roxo e laranja nos dias 23, 25, até dia 31 de outubro e divulgou o material da campanha.

Amazonas (AM) – o principal símbolo cultural e arquitetônico do Estado – Teatro Amazonas –, que é tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional, recebeu iluminação especial nas cores roxo e laranja, no dia 27 de outubro. Além dele, também aderiram à iniciativa: o Edifício Desembargador Arnoldo Péres, sede do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM); as Escolas Estaduais Carvalho Leal, Ceti Áurea Braga e Ceti Elisa Bessa, sob a gestão da Secretaria de Estado de Educação e Desporto do Amazonas (Seduc-AM), entre 20 e 31 de outubro; o Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região, entre 20 e 23 de outubro; a sede da Companhia de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (CIAMA), entre 20 e 31 de outubro; e o prédio da Junta Comercial do Estado do Amazonas (Jucea). Ajudaram a divulgar o material informativo produzido:  a Secretaria de Serviços Integrados de Saúde (SESIS), a Secretaria de Fazenda do Estado do Amazonas (Sefaz-AM) e a Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (SEJUSC).

Bahia (BA) – O Fórum Ministro Carlos Coqueijo Costa, sede do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT5), e o Fórum Juiz Antônio Carlos Araújo de Oliveira (Prédio das Varas do Trabalho) receberam iluminação nas cores roxo e laranja entre 20 e 31 de outubro. O Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) também iluminou a sua sede em apoio à campanha.

Ceará (CE) – O Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região (TRT7), em Fortaleza, aderiu à campanha através da divulgação do material.

Distrito Federal (DF) – A cúpula e Anexo 2 do Senado Federal foram iluminados de roxo e laranja, nos dias 22 e 23 de outubro, em alusão à campanha. Já a sede do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) recebeu iluminação nas cores roxo e laranja entre 20 e 31 de outubro. O Palácio do Buriti, sede do Governo do Distrito Federal, também aderiu à campanha entre 25 e 31 de outubro; assim como o prédio do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (DETRAN/DF) e o Conselho Federal de Medicina (CFM). Além desses, a Confederação Nacional do Comércio (CNC), o Superior Tribunal de Justiça (STJ), o Superior Tribunal Militar (STM), o Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF), o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, a Polícia Militar do Distrito Federal, o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), o Conselho da Justiça Federal  (CJF), o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) e o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) também manifestaram seus apoios através da divulgação do material da campanha.

Espírito Santo (ES) – A Prefeitura de Vitória aderiu à campanha com a iluminação da Ponte da Ilha do Frade nas cores roxo e laranja no dia 29 de outubro.

Goiás (GO) – A sede do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO) recebeu iluminação roxo e laranja em apoio à campanha.

Maranhão (MA) – O material da campanha foi divulgado pelo Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região.

Mato Grosso (MT) – O Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região iluminou sua sede nas cores roxo e laranja entre 20 e 31 de outubro. Além disso, o TRT23 divulgou o material em apoio à campanha.

Mato Grosso do Sul (MS) – O Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região e o Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) manifestaram os seus apoios através da divulgação do material da campanha.

Minas Gerais (MG) – O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais e o Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (IPSEMG) divulgaram o material da campanha, assim como a Prefeitura de Belo Horizonte, que também distribuiu cartazes em 152 centros de saúde e 9 UPAs e 323 escolas municipais e 233 creches.

Pará (PA) – Em apoio à campanha, o Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) divulgou o material da campanha.

Paraíba (PB) – A sede do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) recebeu iluminação roxo e laranja entre 20 e 31 de outubro. Além disso, o Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região também divulgou o material da campanha.

Paraná (PR) – O Fórum Eleitoral de Curitiba, sob a gestão do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), recebeu iluminação entre 20 e 31 de outubro. O Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (TJPR) demonstrou o seu apoio na divulgação do material alusivo à psoríase. Já a Prefeitura de Curitiba iluminou nas cores da campanha dois pontos turísticos da cidade: Casa da Cultura Japonesa (Praça do Japão) e o Monumento da Praça 29 de Março entre 27 e 30 de outubro, além de divulgar o material da campanha.

Pernambuco (PE) – O Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5) ganhou iluminação especial entre 20 e 31 de outubro. O Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região recebeu iluminação nas cores roxo e laranja entre 21 e 31 de outubro. O TRF5 e o TRT6 também divulgaram o material da campanha.

Piauí (PI) – O Tribunal de Justiça do Piauí iluminou a sua sede entre 20 e 31 de outubro, além de divulgar o material da campanha.

Rio De Janeiro (RJ) – Os Arcos da Lapa ficaram iluminados em tons de roxo e laranja entre 24 e 28 de outubro. Também aderiram à iniciativa o Palácio Pedro Ernesto, sede da Câmara Municipal do Rio, e o Palácio Guanabara, sede do Governo do Estado. O Tribunal Regional Federal da 2ª Região, o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), a Prefeitura do Rio de Janeiro e a Secretaria Municipal de Saúde (SMS-RJ) divulgaram o material alusivo ao tema.

Rio Grande do Norte (RN) – O Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN) e a Prefeitura de Natal demonstraram apoio na divulgação de materiais alusivos ao tema.

Rio Grande do Sul (RS) – O Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul (TJRS) iluminou a sua sede de roxo e laranja entre 20 e 31 de outubro; o Palácio Piratini, sede do Governo do Estado, recebeu tons de roxo e laranja entre 29 e 31 de outubro. Além desses, o Tribunal Região do Trabalho da 4ª Região (TRT4) também aderiu à campanha através da divulgação das ações realizadas neste mês.

Roraima (RR) – O Tribunal Regional Eleitoral de Roraima (TRE-RR) divulgou o material em forma de apoio à campanha.

Santa Catarina (SC) – Os materiais da campanha foram divulgados pelo Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC) e o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC).

São Paulo (SP) – Em São Paulo, a sede da Associação Médica Brasileira (AMB) foi iluminada na cor laranja no dia 20 de outubro; o Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo do Estado, recebeu iluminação nas cores roxo e laranja no dia 29 de outubro, em sinal de adesão à campanha. Além desses, o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP), o Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3), o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) e o Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região divulgaram o material da campanha para alertar os paulistas sobre a psoríase.

Sergipe (SE) – A Secretaria de Saúde do Estado de Sergipe divulgou o material da campanha.

Tocantins (TO) – O Tribunal Regional Eleitoral de Tocantins (TO) aderiu à campanha ao divulgar o material alusivo ao tema.

psoriase2022_banner2_317x323.jpg

3 de novembro de 2022 0

O ator Nelson Freitas, o jornalista Fernando Rocha e a bicampeã olímpica de vôlei Paula Pequeno declararam apoio à Campanha Nacional de Conscientização da Psoríase, promovida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Em vídeos especialmente gravados para a iniciativa, eles emprestaram sua imagem e voz para conscientizar a população, os profissionais da saúde e os governantes para o desafio de enfrentar essa doença, que atinge 5 milhões de pessoas apenas no Brasil.

Em 2022, a campanha teve como slogan a frase “Juntos Com Você”. A intenção foi reforçar junto a cada paciente que ele não está sozinho na luta contra a psoríase e que buscar assistência especializada é o caminho mais eficaz para tratar a doença e conquistar mais qualidade de vida.

Fatores – O jornalista Fernando Rocha explicou que há fatores que podem desencadear crises em pacientes com psoríase. “Quadros de estresse, o consumo de álcool, o tabagismo, a exposição ao frio e o uso de determinados medicamentos podem provocar o surgimento de lesões na pele. Se isso ocorrer, lembre-se: a psoríase tem tratamento e pode ser controlada. Procure a orientação de um médico dermatologista”, enfatizou.

Por sua vez, a bicampeã de vôlei Paula Pequeno alertou para os sinais e sintomas da psoríase e a importância do diagnóstico e tratamento precoces. Segundo ela, manchas avermelhadas com escamas secas; pele ressecada, às vezes, com sangramento; coceira, queimação e dor; unhas grossas, descoladas e com alterações na forma; inchaço e rigidez nas articulações são alguns dos sinais e sintomas da psoríase. Ao final, alertou: “se perceber algo diferente na sua pele, não perca tempo: procure um médico dermatologista”.

Psoríase – A psoríase é uma doença da pele, relativamente comum, crônica, não contagiosa e que tem tratamento. Trata-se de um quadro autoinflamatório, no qual por predisposição genética surgem lesões avermelhadas e que descamam na pele. Aspectos ambientais e emocionais podem funcionar como gatilho para o início de crise, que podem ser controladas com a ajuda de dermatologistas. Há inúmeras opções de tratamento (tópicos, sistêmicos, biológicos e com fototerapia) e os medicamentos são fornecidos gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

“A psoríase, uma doença que afeta milhões de brasileiros, tem tratamento e pode ser controlada. Lembre-se: pessoas que sofrem os sintomas da psoríase, que afeta a pele, causando desconforto físico e emocional, podem contar com a ajuda de tratamentos modernos e eficazes. Para tanto, devem procurar a orientação de um médico dermatologista, que vai avaliar cada caso e fazer uma prescrição sob medida”, disse o ator Nelson Freitas, em sua participação.

R-3-1200x1184-1.jpeg

22 de outubro de 2022 0

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) convida os seus associados a participarem, até o próximo dia 24 de outubro, da consulta pública nº 103 da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec/Ministério da Saúde). Todos os dermatologistas poderão enviar contribuições sobre as recomendações preliminares relacionadas às propostas de atualização do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

CLIQUE AQUI E PREENCHA O FORMULÁRIO

A consulta pública nº 103 trata, especificamente, sobre a inclusão do medicamento certolizumabe pegol para o tratamento de psoríase, em placas moderada a grave, em adultos, desde que apresentem falha, intolerância ou contraindicação ao uso da terapia convencional.

A SBD se posiciona favoravelmente à recomendação da incorporação do medicamento pelos planos de saúde, por entender que, além de ser mais uma opção para o tratamento da psoríase, tem especial indicação às gestantes portadoras da doença.

Capa-de-Materia-psoriase-1.jpg

20 de outubro de 2022 0

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) lança oficialmente a Campanha Nacional de Conscientização sobre a Psoríase em 2022. O foco das ações é conscientizar a população sobre essa doença, que afeta a pele pelo surgimento de lesões vermelhas e descamativas, dentre outros sintomas e sinais. Um dos pontos principais é destacar que pessoas que apresentam esse problema de saúde poderão contar com os médicos dermatologistas durante a caminhada rumo ao tratamento. 

CLIQUE AQUI E ACESSE O HOTSITE DA CAMPANHA

A ênfase da campanha recai sobre as redes sociais, com a divulgação de posts, vídeos e animações com informações sobre a psoríase. Especialistas da Sociedade Brasileira de Dermatologia gravaram depoimentos curtos com esclarecimentos sobre a doença e pacientes contaram como foi sua jornada do aparecimento dos primeiros sintomas até o controle. Todas as peças estão disponíveis em um hotsite que foi desenvolvido para a Campanha. 

Fonte confiável – Conforme explica o médico dermatologista André Carvalho, coordenador da Campanha, com essas ações pretende-se disseminar conhecimento através de fonte confiável na internet, reduzindo o impacto de boatos e fake news que afetam grande número de pessoas que desconhecem a doença.

“Infelizmente, sabemos que pacientes com psoríase sofrem bastante com o preconceito. Acreditamos que ao informarmos os brasileiros sobre o que é essa doença, estaremos ajudando a combater esse estigma que afeta os portadores física e psicologicamente. Por outro lado, vamos mostrar que há uma rede ativa de apoio a esses pacientes no País”, disse André Carvalho. 

Caminhada – Segundo ele, muitos pacientes se sentem sozinhos na caminhada e precisam entender que têm no dermatologista um importante aliado na busca pelo bem-estar e pela saúde. “A psoríase não tem cura, mas tem tratamento tanto pelas redes pública como privada. A jornada é longa, mas o paciente deve saber que nós, médicos dermatologistas, estamos prontos para acolhê-los e ajudá-los durante todo esse processo. Queremos vê-los saudáveis e vivendo normalmente, sem sofrerem preconceito e livres de lesões”, declarou. 

Além das ações virtuais, ao redor do País, instituições e entidades públicas e privadas decidiram apoiar a iniciativa da SBD. Elas vão compartilhar as peças elaboradas para a Campanha e também iluminar prédios e monumentos de roxo e laranja, as cores que simbolizam essa ação de prevenção. 

Entre os apoiadores da iniciativa da SBD estão: Senado Federal; Superior Tribunal de Justiça (STJ); Conselho Nacional de Justiça (CNJ); Governos do Distrito Federal, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo; Prefeituras do Rio de Janeiro, Vitória, Belo Horizonte e Curitiba; Teatro Amazonas; tribunais de diversos estados.  

Doença – A psoríase é uma doença de pele que afeta cerca de 5 milhões de pessoas no País, em especial nos grupos de 30 e 40 anos e 50 e 70 anos, sem distinção quanto ao gênero. Ela é relativamente comum, crônica, não contagiosa e  tem tratamento. 

Trata-se de um quadro inflamatório da pele, no qual surgem lesões avermelhadas e que descamam. Aspectos ambientais e emocionais podem funcionar como alavanca para o início de crise, que pode ser controlada com o auxílio de especialistas. Outra característica da doença é sua eventual apresentação em ciclos, ou seja, sintomas podem aparecer e desaparecer periodicamente.

Entre os sinais e sintomas estão as manchas vermelhas com escamas secas esbranquiçadas ou prateadas; pequenas manchas brancas ou escuras residuais após melhora das lesões avermelhadas; pele ressecada e rachada, às vezes, com sangramento; coceira, queimação e dor; unhas grossas, descoladas, amareladas e com alterações da sua forma (sulcos e depressões); inchaço e rigidez nas articulações; e em casos mais graves, destruição das articulações e deformidades. 

As manifestações variam conforme a gravidade. Atualmente, existem inúmeras opções de tratamento para a psoríase, como medicamentos tópicos, sistêmicos, biológicos e  fototerapia. A escolha terapêutica para cada caso deve sempre ser feita com o auxílio de um médico dermatologista de forma individualizada. 

bannerSBD_residentes2022v3-1200x675.jpg

13 de outubro de 2022 0

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), por meio do seu Departamento de Cosmiatria, promove anualmente o “Projeto Residente: inspirando a especialização”. A atividade visa apresentar de forma prática e teórica aos residentes e especializandos de serviços credenciados temas relevantes da cosmiatria. Tudo isso com o acompanhamento de profissionais experts na temática.

Esse 2022, a iniciativa ocorre em duas frentes diferentes: em parceria com a Galderma e com a Merz Aesthetics.

O treinamento da Galderma já foi realizado. No entanto, o treinamento da Merz – voltado para os residentes (R1, R2 e R3) – ocorrerá, de forma on-line, nos dias 18 e 19 de outubro, das 20h às 22h.

Para os residentes do terceiro ano que participarem do evento, a Merz oferecerá 1 Xeomin para experimentação e aplicação de técnica abordada durante a atividade. A Merz oferecerá, ainda, 02 Radiesse Duo por serviço credenciado, desde que pelo menos 2 (dois) R3 do serviço tenham participado do evento.

*É necessário estar presente no evento e assistir a pelo menos 75% do tempo previsto de programação científica.

**Os produtos serão enviados diretamente ao serviço, o qual terá acesso a lista de participantes.

Os residentes deverão assinar o termo de recebimento dos produtos juntamente com o chefe de serviço e o representante de cosmiatria.

É importante ressaltar que para participar do programa os residentes precisam se cadastrar no site da SBD e aceitar o “Termo de Consentimento para o Projeto Residentes” para liberação dos seus dados pessoais, conforme a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Para realizar a inscrição e aceitar os termos CLIQUE AQUI.

Após ser realizado o cadastrado no site da SBD, os residentes devem fazer a inscrição nos links abaixo para assistirem aos treinamentos da MERZ.

XEOMIN – 18/10/2022: https://webevent.com.br/live/merz/workshopdemo/cadastro.php

RADIESSE COLLECTION  19/10/2022:

https://webevent.com.br/live/merz/workshop-radiesse/cadastro.php

IMPORTANTE: somente receberá a doação o residente que assistir os dois dias de treinamento.

Palavra-de-Dermato-1200x1200.jpeg

9 de outubro de 2022 0

Já ficou em dúvida se as pintas na pele são iguais e se você deve se preocupar com elas ou não? Então, o Palavra de Dermato desta sexta-feira é para você! No podcast da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) voltado à população, os especialistas explicam tudo sobre pintas, tiram as dúvidas mais corriqueiras e orientam cuidados sobre o tema.

CLIQUE AQUI E OUÇA O PODCAST NA ÍNTEGRA

A convidada especial dessa semana é a assessora do Departamento de Laser da SBD e expert no tema, Maria Luiza Pires de Freitas; e a moderação é por conta do primeiro secretário da entidade, Geraldo Magela Magalhães.

Conforme explicam, as pintas são lesões benignas da pele formadas por conjuntos de melanócitos – células que produzem a melanina – e que aparecem desde o nascimento ou, em geral, até os 35 anos de idade. Em média, na idade adulta, uma pessoa tem mais ou menos entre 10 e 40 pintas na pele. Os especialistas frisam ainda que as pintas não são iguais e podem variar em relação à cor, superfície e tamanho.

Outro ponto apresentado e enfatizado pelos especialistas é quando o paciente deve se preocupar com uma pinta e procurar um dermatologista para que seja feita uma avaliação. Além disso, eles orientam que cada um faça um autoexame da sua própria pele para verificar se há alguma alteração ou surgimento de novas pintas.

No bate-papo há ainda esclarecimentos sobre o risco de se fazer uma tatuagem perto de uma pinta; a diferença entre pintas e manchas; quando é indicado fazer sua retirada e como é esse procedimento.

Podcast –A cada sexta-feira, tem episódio novo no ar do Palavra de Dermato, mostrando o cotidiano das pessoas e os esclarecimentos e respostas para dúvidas, sempre com base científica. O projeto conta com o apoio institucional da Vichy, Skinceuticals, La Roche Posay e Cerave.

R-3-1200x1184-1.jpeg

6 de outubro de 2022 0

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) convida os seus associados a participarem, até o próximo dia 10 de outubro, da consulta pública nº 64/2022 da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec). Todos os dermatologistas poderão enviar um comentário sobre experiência ou opinião em relação à proposta de ampliação de uso do Teste de Liberação de Interferon-gama (IGRA) para detecção de infecção latente pelo Mycobacterium tuberculosis em pacientes com doenças inflamatórias imunomediadas ou receptores de transplantes de órgãos sólidos.

CLIQUE AQUI E PREENCHA O FORMULÁRIO

Para participar, basta fazer previamente um cadastro no site Participa +Brasil, clicar em “Acesso” e realizar o seu login. No menu lateral à esquerda, em “Opine aqui”, coloque “64” no campo de busca. Preencha, então, o formulário da consulta pública em questão e clique no botão “Enviar”. Caso ainda tenha alguma dúvida, acesse o tutorial elaborado pela SBD.

 





SBD

Sociedade Brasileira de Dermatologia

Av. Rio Branco, 39 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20090-003

Copyright Sociedade Brasileira de Dermatologia – 2021. Todos os direitos reservados