Exame clínico é principal arma no diagnóstico



Exame clínico é principal arma no diagnóstico

18 de outubro de 2015
direitos.jpg

Na maioria dos pacientes, a primeira manifestação da psoríase ocorre na pele. Dessa forma, um exame clínico pode ser suficiente para o diagnóstico. Em alguns casos, o médico poderá pedir uma biópsia. Esse procedimento consiste na retirada de uma amostra da pele que será avaliada em microscópio para fechar o diagnóstico. O dermatologista é o médico capaz de fazer o diagnóstico e indicar o tratamento. Ele está apto a avaliar o tipo de escamação, de vermelhidão e da lesão típica da psoríase.

A exceção fica por conta da psoríase artropática, que ataca as articulações. Nesse caso, o reumatologista também deve ser consultado, já que essa manifestação da doença afeta as articulações.

O médico realizará exames físicos e laboratoriais para determinar o diagnóstico definitivo. Embora, a psoríase seja relativamente comum, evite iniciar qualquer tratamento sem a confirmação de um médico sobre a existência da doença. Lembre-se que amigos e parentes, por mais bem intencionados que sejam não estão capacitados a dizer o que você tem. 

Uma das dificuldades para o diagnóstico da doença é que ela pode ser confundida com outros problemas de pele.  





SBD

Sociedade Brasileira de Dermatologia

Av. Rio Branco, 39 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20090-003

Copyright Sociedade Brasileira de Dermatologia – 2021. Todos os direitos reservados