Documento da OMS tenta combater o preconceito



Documento da OMS tenta combater o preconceito

14 de dezembro de 2016
omspso.jpg

Em maio de 2014, a Organização Mundial de Saúde (OMS) aprovou uma resolução que considera a psoríase uma doença crônica, incapacitante, não transmissível, dolorosa, desfigurante e para a qual ainda não existe cura. O Brasil é signatário da resolução, e a Sociedade Brasileira de Dermatologia trabalha incansavelmente para a redução de danos e melhora da qualidade de vida dos pacientes acometidos pela doença.

A resolução colabora para ampliar o conhecimento da população em geral sobre a doença e promover a disseminação de informação correta e relevante sobre ela. Uns dos principais males provocados pela psoríase são a rejeição e o preconceito.

O documento criado pela OMS incentiva a criação de eventos para aumentar o conhecimento da doença e para combater atitudes que pioram a qualidade de vida do doente.

Entre os eventos que ganharam relevância está o Dia Mundial da Psoríase, celebrado em 29 de outubro.





SBD

Sociedade Brasileira de Dermatologia

Av. Rio Branco, 39 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20090-003

Copyright Sociedade Brasileira de Dermatologia – 2021. Todos os direitos reservados