Cerimônia de abertura do CSBD 2018



Cerimônia de abertura do CSBD 2018

7 de setembro de 2018
fmo6259.jpg

O Teatro Positivo, no Expo Unimed, em Curitiba, recebeu os congressistas na noite do dia 6 de setembro para a abertura do 73º Congresso Brasileiro de Dermatologia da SBD. Na cerimônia de boas-vindas, o palco que recebeu Lilian Nishino, presidente do CSBD; José Antonio Sanches, presidente da SBD; Anber Ancel Tanaka, presidente da SBD-PR; Jesus Rodriguez Santamaria, presidente da Comissão Científica do CSBD 2018; Julio C. Empinotti, vice-presidente do CSBD 2018; José Fillus Neto, patrono do encontro; Hirofumi Uyeda, tesoureiro; e Fabiane Mulinari Brenner, secretária-geral.

Após a realização do hino nacional, o dermatologista Anber Ancel Tanaka deu boas-vindas aos congressistas, seguido de Lilian Nishino, que agradeceu o trabalho das Comissões Organizadora e Científica, iniciado há mais de um ano. 

“Segundo o filósofo Epicuro, as pessoas felizes lembram o passado com gratidão, alegram-se com o presente e encaram o futuro sem medo. Podemos dizer que a palavra gratidão move este congresso", disse. A presidente agradeceu aos envolvidos, especialmente a SBD Nacional e SBD-PR, e destacou o lado humano do dermatologista, com as diferentes ações de responsabilidade social realizadas durante o Congresso.  

O presidente da SBD, José Antonio Sanches, agradeceu o empenho de Lilian Nishino e Comissão Científica na realização de mais um Brasileiro e desejou a todos os dermatologistas um excelente encontro. Esta é a sexta vez que Curitiba sedia o maior encontro de dermatologia do país.

A seguir, foram prestadas homenagens ao presidente de honra, Jesus Rodriguez Santamaria (foto abaixo) e Julio Cesar Empinotti, e aos professores Anelise Roskamp Budel, Lorivaldo Minelli, Sergio Zuñeda Serafini, Sandra Moritz (in memoriam), Sergio Fonseca Tarlé (in memoriam) e Wilhelm Baumeir (in memoriam). Uma homenagem especial foi prestada aos dermatologistas Anna Kossak Romanach, Jose Schweidson e Luiz Carlos Pereira. Todos os homenageados são do Paraná.

Destaque final para o Prêmio Mundial de Dermatologia Humanitária, conferido pela Liga Internacional das Sociedades de Dermatologia (ILDS), ao Dermacamp, fundado em 2001, sob a coordenação do dermatologista Samuel Mandelbaum.

Após a solenidade, os presentes assistiram a uma apresentação personalizada de arte contemporânea que misturou dança, computação gráfica e projeções digitais, seguido de um coquetel de boas-vindas.





SBD

Sociedade Brasileira de Dermatologia

Av. Rio Branco, 39 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20090-003

Copyright Sociedade Brasileira de Dermatologia – 2021. Todos os direitos reservados