AMB e entidades médicas criam comitê de monitoramento da Covid-19



AMB e entidades médicas criam comitê de monitoramento da Covid-19

17 de março de 2021
logo-sbd-ambatual.png

Nesta segunda-feira (15/3), a Associação Médica Brasileira (AMB), suas 27 filiadas e 54 sociedades de especialidades realizaram coletiva de imprensa online para detalhamento do recém-criado Comitê Extraordinário de Monitoramento Covid-19 (CEM). O objetivo do grupo é acompanhar a evolução da doença no Brasil e transmitir orientações atualizadas para a população e profissionais médicos enquanto durar a pandemia. Na ocasião, as entidades divulgaram uma carta aberta à população, cobrando aceleração da vacinação pelo Governo Federal e a manutenção de medidas preventivas para o combate à pandemia do novo coronavírus no país.

CLIQUE PARA LER A ÍNTEGRA DA CARTA

De acordo com o documento, “o CEM funcionará em regime permanente, enquanto durar a crise.  Terá um núcleo executivo formado por médicos com legítima autoridade no campo da prevenção e da atenção aos pacientes acometidos pela doença. Monitorará permanentemente a pandemia em todo o território nacional e as ações dos órgãos responsáveis pela saúde pública, com o intuito de consolidar informações e, a  partir de cenários atualizados, transmitir orientações periódicas de conduta para cuidados e prevenção aos cidadãos e aos profissionais da Medicina.”

O manifesto faz ainda um retrospecto da pandemia, desde seu início, em fevereiro de 2020, enfoca o atual momento da crise, e defende a vacinação em massa, bem como a conscientização da população quanto à importância da manutenção das medidas de prevenção contra o contágio da Covid-19, como o uso de máscaras, higienização das mãos e distanciamento social.

“Nós, os médicos, estaremos sempre disponíveis para ajudar; e ajudaremos. Mas não trazemos a solução; hoje não a temos. A solução para a Covid não está nas mãos de mais de meio milhão de médicos do Brasil. Será resultado das atitudes responsáveis e solidárias de cada um dos cidadãos do País e das autoridades públicas responsáveis por implantar as medidas efetivas que se fazem necessárias para mitigar a enorme dor e sofrimento da população brasileira”, finaliza a carta divulgada pelas entidades médicas.





SBD

Sociedade Brasileira de Dermatologia

Av. Rio Branco, 39 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20090-003

Copyright Sociedade Brasileira de Dermatologia – 2021. Todos os direitos reservados