SBD expressa pesar pelo falecimento do dermatologista e ex-presidente Newton Guimarães



SBD expressa pesar pelo falecimento do dermatologista e ex-presidente Newton Guimarães

13 de novembro de 2018
newton-guimaraes.JPG


Patrono do Dermato Bahia 2017, Prof. Newton Guimarães recebe homenagem da dermatologista Ariene Paixão, vice-presidente da SBD-BA, na abertura do encontro

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) lamenta, com tristeza, o falecimento nesta segunda-feira, 12 de novembro, de um dos maiores expoentes da dermatologia brasileira, Newton Guimarães, aos 98 anos. O médico foi presidente da SBD no biênio 1980-1981 e era reconhecido pelos colegas por sua dedicação à especialidade e pleno engajamento nas ações promovidas pela Sociedade. Era o conselheiro mais antigo, tendo participado de recente reunião do Conselho Deliberativo, em Curitiba, em setembro, e sido homenageado pela Comissão Organizadora do Congresso de Dermatologia, na Costa de Sauípe, em 2017 (foto).

Diplomado em 1943 pela Faculdade de Medicina da Bahia, da qual veio a ser em 1951 livre-docente na cadeira de microbiologia e no ano seguinte catedrático de dermatologia, Newton Guimarães também se formou em farmácia e foi catedrático titular de dermatologia da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, entre 1952 e 1995.

Em 1957 foi contratado pela Escola Paulista de Medicina para ministrar a disciplina de dermatologia. Presidente da Associação Baiana de Medicina (1983-1984) e da Federação Brasileira de Academias de Medicina (1984-1985), dirigiu entre 1980 e 1984 a tradicional Faculdade de Medicina da Bahia, onde se formara a quatro décadas antes.

Também integrou a banca do segundo Exame do Título de Especialista em Dermatologia, em 1968, ao lado de nomes importantes como os dos professores e ex-presidentes da SBD Rubem David Azulay e Sebastião Sampaio.

De acordo com os dermatologistas baianos, em sua trajetória na especialidade, o Prof. Newton Guimarães elevou a dermatologia a um patamar de reconhecimento perante outras especialidades médicas, tendo, inclusive, aumentado a visibilidade da dermatologia brasileira no exterior. Muito querido e respeitado por colegas, funcionários e estudantes, ainda exercia a profissão, com presteza e distribuindo afeto aos pacientes.

Em nome dos 9.500 médicos dermatologistas brasileiros, a Diretoria da SBD dá condolências aos familiares e amigos neste momento de dor e espera que o exemplo de compromisso com as causas da especialidade sirva de inspiração para a atual e as futuras gerações.





SBD

Sociedade Brasileira de Dermatologia

Av. Rio Branco, 39 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20090-003

Copyright Sociedade Brasileira de Dermatologia – 2021. Todos os direitos reservados