SBD divulga parecer sobre consulta pública da Conitec acerca da incorporação detestes em hanseníase, no SUS



array(4) { [0]=> string(79) "https://www.sbd.org.br/wp-content/uploads/2021/12/istock-1144547910_545x381.jpg" [1]=> int(545) [2]=> int(381) [3]=> bool(false) }

SBD divulga parecer sobre consulta pública da Conitec acerca da incorporação detestes em hanseníase, no SUS

2 de dezembro de 2021
istock-1144547910_545x381.jpg

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) publicou um documento com os pareceres sobre as consultas públicas (CP) nº 95, 96 e 98, que foram promovidas pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec) sobre a inclusão de três testes laboratoriais de hanseníase ao Sistema Único de Saúde (SUS) .

No texto, a SBD apresenta os pontos positivos e, em caso de dúvidas ou contrapontos, expõe as preocupações da entidade para execução do plano proposto na Consulta.

CLIQUE AQUI E LEIA O TEXTO COMPLETO

A consulta de número 95 trata sobre o “Teste qualitativo in vitro, por amplificação de DNA e hibridização reversa em fita de nitrocelulose, para detecção de Mycobacterium leprae resistente a rifampicina, dapsona ou ofloxacino em pacientes acometidos por hanseníase e com suspeita de resistência a antimicrobianos” O objetivo do exame é detectar a resistência a antimicrobianos utilizados no tratamento.

Já a CP de nº96 se refere ao “Teste rápido imunocromatográfico para determinação qualitativa de anticorpos IgM anti-Mycobacterium leprae para diagnóstico complementar de Hanseníase”. Por sua vez, a CP 98 aborda o “Teste de detecção molecular qualitativa do Mycobacterium leprae para o diagnóstico de hanseníase”.





SBD

Sociedade Brasileira de Dermatologia

Av. Rio Branco, 39 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20090-003

Copyright Sociedade Brasileira de Dermatologia – 2021. Todos os direitos reservados