Nova edição do JSBD está disponível para leitura



Nova edição do JSBD está disponível para leitura

30 de julho de 2020
jsbd3.jpeg

Uma das missões da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) é incentivar e difundir conhecimento científico qualificado, além de promover o desenvolvimento da especialidade e do médico dermatologista na realização de ações pela saúde global – tratamento e diagnóstico de doenças e procedimentos cosmiátricos. No contexto da pandemia de Covid-19 e norteada por programas de educação médica continuada, a SBD promoveu a partir de maio, uma vez por semana, webinares temáticos, fortalecendo sua agenda científica ao abordar temas de relevância para a prática clínica do especialista. Essa foi uma das iniciativas promovidas pela gestão 2019/2020 visando à renovação do modelo de aprendizado e à capacitação dos médicos para enfrentar os desafios atuais.

Além dessas atividades constantes, durante a quarentena o médico associado teve acesso integral e gratuito aos cursos do Projeto SBD Inovação 4.0, que permitem não só o aprimoramento e o desenvolvimento do conhecimento médico, como também a atualização da equipe administrativa para lidar com as demandas profissionais diárias. Os cursos seguem no ar e estão disponíveis para início imediato.

Para ampliar o diálogo com médicos dermatologistas e com a população, a entidade acaba de lançar a Campanha de Valorização do Dermatologista deste ano. Mais do que nunca, a ação se faz necessária ao divulgar informação relevante e confiável para pacientes, e com o respaldo técnico de científico de uma entidade com 108 anos de história. A campanha, promovida via site institucional e redes sociais, conta com uma série de vídeos e a participação de representantes da especialidade de vários estados e áreas de atuação, que orientam e munem a população de orientações esclarecedoras sobre a prevenção e o tratamento de doenças. Reforçam ainda a necessidade de os pacientes procurarem identificar se o profissional escolhido é um médico dermatologista. Esse trabalho, além de beneficiar o associado, permite à sociedade e ao paciente tomar melhores decisões com relação a sua saúde. O tema é tratado na matéria de capa da edição.

O impacto da pandemia na saúde da pessoa idosa é abordado pelo coordenador do Departamento de Dermatologia Geriátrica da SBD, Luiz Gameiro, na coluna "Com a palavra". Já as manifestações dermatológicas relacionadas à Covid e suas classificações são explicadas pelo coordenador do Departamento de Medicina Interna da SBD, Paulo Criado. A forma como o racismo é evidenciado pelo novo coronavírus também é tema da nova edição do jornal. Embora dito um vírus “democrático”, a Covid-19 tem pessoas negras como suas principais vítimas no Brasil. Conversamos sobre o assunto com a dermatologista do Rio Sandra Durães.

Em entrevista para a seção "Outros Olhares", o dermatologista Gerson Dellatorre, preceptor do Hospital Santa Casa de Curitiba, nos conta sobre sua coleção de fichas ou moedas que circulavam nos leprosários há cerca de 100 anos. Embora agucem a curiosidade pelo contexto em que foram criadas, mostram que o Brasil do passado não era tão diferente do que encontramos hoje, com a violência crescente e a segregação de determinados grupos. No texto Dellatorre fala um pouco sobre história, medicina e a forma como evoluímos ao lidar com situações de emergência de saúde pública, como as pandemias.

Esses e outros assuntos fazem parte deste novo número do JSBD. Acesse a íntegra da edição na plataforma de publicações da SBD, na área restrita do site.





SBD

Sociedade Brasileira de Dermatologia

Av. Rio Branco, 39 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20090-003

Copyright Sociedade Brasileira de Dermatologia – 2021. Todos os direitos reservados