SBD

Brasileiros

SBD

Estrangeiros

OU

Seja um associado

Conte com o apoio da segunda maior Sociedade de Dermatologia do mundo, tenha acesso a conteúdos exclusivos e um perfil profissional completo no site.

Envie sua proposta e seja um associado »

OR

Be an associate

Count on the support of the second largest Society of Dermatology in the world, have access to exclusive content and a complete professional profile on the site.

Submit your proposal and be an associate »

Notícias - Fique por dentro do mundo da Dermatologia.

Geral

Nem tudo o que se fala sobre calvície é real

14/03/2011 12:00 Especialistas esclarecem dúvidas ‘cabeludas’ sobre o problema que atinge 50% dos homens com até 50 anos de idade Colocar anticoncepcional dentro do xampu acelera o crescimento dos fios? Homem só fica careca depois dos 30? Quando o assunto é calvície, o que não faltam são simpatias sobre como se livrar do problema. É bom ficar atento: antes de testar poções milagrosas na esperança de salvar os fios que restam, saiba que muito do que se fala sobre o tema não passa de mito. Mas não precisa se descabelar: a calvície tem tratamento. Basta seguir as orientações comprovadas cientificamente. E força na peruca! Segundo o especialista da Sociedade Brasileira de Dermatologia Celso Sodré, a primeira informação que se deve ter em mente é que nem toda queda de cabelo é calvície. O problema, que atinge cerca de 50% da população masculina até os 50 anos, caracteriza-se pela miniaturização do fio. “Quando cai um fio, o que nasce no lugar é mais fino e curto. Com o tempo, ele vira uma miniatura e deixa de aparecer. A causa principal é a genética”, explica Celso. BONÉ E CREME: SEM CULPA Por isso, dizer que usar bonés, gel e condicionador acelera o processo de perda é afirmação sem fundamento. “O gel e o condicionador atuam diretamente no pelo, não penetram no couro cabeludo. Os produtos podem até ressecar os fios, mas não causam queda. Já o boné pode ser ruim para quem tem dermatite no couro cabeludo, porque aumenta a oleosidade. Mas não causa calvície”, esclarece o especialista em medicina capilar Ademir Jr. O profissional ressalta que quem sofre de calvície também não deve acreditar que, por conta do problema, tem mais testosterona — ou seja, é mais potente. “A perda de cabelo é provocada pelo hormônio DHT. Quem tem calvície produz mais a enzima 5-alfa-redutase, que transforma a testosterona nesse hormônio. Isso não tem nada a ver com virilidade”, diz. Também não vale culpar a natação ou a escovação: o cabelo pode cair independentemente dessas atividades. “Quando o cabelo completa seu ciclo de vida, ele cai. Isso ocorre na escovação ou mais tarde, espontaneamente. Já o cloro resseca os fios, mas não deixa ninguém calvo”, diz Ademir. Na dúvida, procure um especialista.
Compartilhe: