No Senado, SBD defende interesses dos dermatologistas brasileiros



No Senado, SBD defende interesses dos dermatologistas brasileiros

9 de maio de 2019
whatsapp-image-2019-05-09-at-141603-1.jpeg

Os riscos para população causados pela realização de procedimentos estéticos invasivos por não médicos foi um dos temas discutidos em reunião que aconteceu, nesta quinta-feira (9/5), em Brasília (DF), entre o presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Sérgio Palma, e o senador Marcos do Val (Cidadania – ES). Na oportunidade, o representante dos médicos, que foi convidado pelo parlamentar para o encontro, chamou a atenção para esse problema.

O senador Marcos do Val recebeu das mãos do presidente da SBD um dossiê com diversas denúncias que foram levadas a órgãos de fiscalização, como o Ministério Público, Vigilância Sanitária, Conselhos Profissionais de Classe e Poder Judiciário. Com encontros assim, a SBD espera sensibilizar os políticos sobre sua responsabilidade de coibir o exercício ilegal da medicina na área dermatológica.

Compromisso – Na oportunidade, o parlamentar firmou compromisso de se debruçar sobre as questões apresentadas pela SBD. Sergio Palma também pediu apoio de Marcos do Val no sentido de abrir espaço para que a Sociedade possa apresentar a deputados federais de seu Estado e de partido subsídios técnicos, éticos e legais com respeito ao Projeto de Lei nº 2.717/2019, protocolado na Câmara Federal nesta semana, que propõe o reconhecimento da saúde estética como área de atuação do profissional de Biologia, Biomedicina, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia e Fonoaudiologia.

A SBD pretende incrementar esse trabalho junto aos políticos, com o apoio de suas lideranças e assessores, na expectativa de abrir um canal de diálogo para apresentar os argumentos dos dermatologistas com respeito a esse tema e outros.

“Como representantes da especialidade, precisamos participar do debate político de forma consistente, trazendo subsídios importantes para futuras tomadas de decisões”, disse Sergio Palma.

No entanto, segundo ele, esse deve ser um trabalho compartilhado. “Convidamos a todos os associados para que, assim como tem feito a Diretoria da SBD, conversem com os parlamentares em suas bases e trabalhem nessa mobilização. Trata-se de uma cruzada que exige o envolvimento de todos”, destacou Palma.





SBD

Sociedade Brasileira de Dermatologia

Av. Rio Branco, 39 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20090-003

Copyright Sociedade Brasileira de Dermatologia – 2021. Todos os direitos reservados