Encontro debate a visão da dermatologia sobre o envelhecimento



Encontro debate a visão da dermatologia sobre o envelhecimento

26 de março de 2018
whatsapp-image-2018-03-24-at-141513.jpeg

Médicos dermatologistas de todo o país se reuniram entre 22 e 24 de março, em Florianópolis, Santa Catarina, para o 1º Simpósio de Envelhecimento da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). O encontro inédito ocorreu em conjunto com a 26ª Jornada Sul Brasileira de Dermatologia e discutiu temas relacionados à promoção, prevenção e diagnóstico das doenças dermatológicas, bem como condutas terapêuticas diferenciadas nessa faixa etária, além do desafio da implementação de ações de prevenção e cuidados direcionadas às necessidades do idoso. Nesse contexto, o encontro ofereceu o curso de capacitação "Cuidados dermatológicos na pele envelhecida", voltado para profissionais e cuidadores que desejaram aprofundar e aprimorar os conhecimentos em temas relacionados a esse aspecto do envelhecimento humano.

“O envelhecimento está associado a uma diminuição da qualidade de vida e do nível de saúde. Com isso, é fundamental discutir e investir em ações de prevenção de doenças e de promoção de saúde. Convidamos essas pessoas para fazer uma troca de experiências e a propiciar momentos de aprendizado e enriquecimento. Essa interação permitiu atender à demanda desse público leigo que buscou atualização na área”, relata o presidente da SBD, Jose Antonio Sanches (foto acima). 

A programação abordou temas relacionados à cosmiatria, oncologia, doenças sistêmicas, casos clínicos da dermatologia geriátrica, rosácea, vitamina D, alopecias e condutas não cirúrgicas do câncer cutâneo não melanoma, entre outros. Um dos grandes nomes da especialidade mundial, o dermatologista Rox Anderson (EUA), foi convidado para falar sobre cosmiatria no idoso. 

A plateia também teve a oportunidade de assistir a uma palestra sobre “Mídia e ética”, ministrada pelo vice-presidente da SBD, Sérgio Palma (foto abaixo), e o presidente da SBD-SC, Maurício Conti.

Em sua apresentação, Palma destacou a importância da observação das normas éticas por todos os profissionais, citando a publicidade médica e das resoluções que dispõem sobre o assunto; o preenchimento correto do prontuário médico; a relação médico-paciente e o sigilo médico como essenciais para o bom andamento do exercício da profissão e para prevenção de ações que envolvam a judicialização. Também mostrou as infrações éticas mais frequentes em sindicâncias e processos ético-profissionais ocorridos de 2013 a 2018. Já Conti abordou o papel do médico dermatologista como provedor e consumidor de conteúdo nas mídias.

Organizado pela SBD, por intermédio do seu Departamento de Dermatologia Geriátrica, o encontro ocorreu em conjunto com a Jornada Sul Brasileira, promovida pela SBD-SC, e com apoio das Regionais Rio Grande do Sul (RS) e Paraná (PR).

“Foi um sucesso. Durante o evento, tivemos um retorno muito positivo. Além dos dermatologistas que tiveram a oportunidade de ter aulas excelentes e de didática e prática clínica muito boas, pela primeira vez a SBD ampliou o encontro para leigos, entre eles cuidadores, podólogos, enfermeiros, com a realização de curso sobre os principais cuidados para a saúde da pele do idoso. Agradeço ao empenho da atual Diretoria da SBD, captaneada pelo Dr. Jose Antonio Sanches, e ao apoio da SBD-SC, sob a presidência do Dr. Maurício Conti, na realização do 1º Simpósio de Envelhecimento da SBD. O evento agradou bastante e tende a crescer nos próximos anos”, disse a coordenadora do Departamento de Dermatologia Geriátrica da SBD, Silvia Marcondes. 

“O Simpósio e a Jornada foram excelentes. A programação científica estava bem dosada, com aulas de excelentes conteúdos e muito bem apresentadas. Observamos vários jovens talentos da dermatologia renovando, interagindo e debatendo com grandes mestres. Destaco a participação da plateia, que em todos os blocos se manifestou com perguntas aos palestrantes. Foi uma satisfação coletiva tanto para os organizadores como para os participantes”, ratifica o vice-presidente da SBD, Sérgio Palma.

Dados estatísticos

Segundo o IBGE, a população acima dos 60 anos triplicará até 2050, chegando a 66,5 milhões de indivíduos e já a partir de 2036 o Brasil será considerado um país envelhecido. Esse efeito se deve a alguns fatores, como o aumento da expectativa de vida, queda da mortalidade e redução da fecundidade, entre outros. Por isso, são importantes os cuidados com a saúde de maneira integral para chegar lá na frente bem.


A 2ª secretária da SBD, Silvia Schimdt; o presidente da SBD, Jose Antonio Sanches; a coordenadora do Depto de Dermatologia Geriátrica, Silvia Marcondes;
o vice-presidente da SBD, Sérgio Palma; e o presidente da Regional Santa Catarina, Maurício Conti





SBD

Sociedade Brasileira de Dermatologia

Av. Rio Branco, 39 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20090-003

Copyright Sociedade Brasileira de Dermatologia – 2021. Todos os direitos reservados