Com reunião em João Pessoa, começam os trabalhos da Codame, do CFM, com a participação do presidente da SBD



Com reunião em João Pessoa, começam os trabalhos da Codame, do CFM, com a participação do presidente da SBD

6 de março de 2020
codame12020.jpeg

A primeira reunião da Comissão de Divulgação de Assuntos Médicos (Codame), dentro da gestão 2019/2023 do Conselho Federal de Medicina (CFM), aconteceu na quinta-feira (5/3), em João Pessoa (PB). O presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Sérgio Palma, foi um dos participantes do encontro, durante o qual foram discutidos fluxos relacionados à atualização da Resolução CFM nº 1.974/2011, que estabelece os critérios para a publicidade e propaganda médicas.

Além de Sérgio Palma, outros 16 especialistas, entre representantes de conselhos de medicina e de outras especialidades médicas, compõem o grupo, que é coordenado pelo 3 vice-presidente do CFM, Emmanuel Fortes. “Apesar de ser o início de uma jornada, foi um momento importante de trocas entre os integrantes. Pudemos colocar alguns pontos de vista e ouvir as percepções sobre temas como o uso de imagens do tipo antes e depois ou a divulgação de informações dos pacientes”, citou o representante da SBD. 

De acordo com o presidente, dentro da Codame, ele pretende ter uma participação ativa, contribuindo para o aperfeiçoamento das normas e trazendo para o debate as percepções da dermatologia sobre o tema. “No entanto, nossa atuação, assim como a de todos os outros participantes, não será baseada na defesa de interesses específicos. O objetivo é agregar conhecimento e experiência para a construção de um documento ético e justo”, disse. 

Consulta pública – O tema está sendo alvo de consulta pública, com direito a participação de todos os médicos inscritos nos conselhos de medicina. As entidades médicas, como a SBD, também foram convidadas a encaminharem suas contribuições para o aperfeiçoamento das regras em função de avanços tecnológicos e das mudanças nos fluxos de comunicação existentes. 

“A realização dessa escuta demonstra a intenção de que as mudanças resultem de diálogo do amplo debate. Nossa especialidade, tem uma grande preocupação em defender a ética no exercício da profissão, contudo entende-se ser pertinente analisar as regras em função das percepções dos profissionais a partir de suas experiências cotidianas, inclusive das dificuldades que enfrentam”, disse Sergio Palma.

Além de Emmanuel Fortes e Sergio Palma, fazem parte da Codame os seguintes nomes: Adriano Sergio Freire Meira (CFM), Domingos Sávio Matos Dantas (CFM), Estevam Rivello Alves (CFM), Euclides Veríssimo Santos Pires (RS), Graziela Schmitz Bonin (CFM), José Albertino Souza (CFM), Luís Guilherme Teixeira dos Santos (CFM), Maria Teresa Renó Gonçalves (CFM), Ricardo Scandian de Melo (CFM), Rodrigo Costa Aloe (SP), Rodrigo d'Eça Neves (SC), Tatiana Bragança de Azevedo Della Giustina (CFM), Virgílio Batista do Prado (AC), Yáscara Pinheiro Lages Pinto, representante de todos os médicos do Piauí e coordenadora da Câmara Técnica de Dermatologia do CFM, e mais um representante da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e um da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico Facial. O grupo será assessorado por Eliane Azevedo e Maristela Barreto, ambas funcionárias do CFM.





SBD

Sociedade Brasileira de Dermatologia

Av. Rio Branco, 39 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20090-003

Copyright Sociedade Brasileira de Dermatologia – 2021. Todos os direitos reservados