SBD

Brasileiros

SBD

Estrangeiros

OU

Seja um associado

Conte com o apoio da segunda maior Sociedade de Dermatologia do mundo, tenha acesso a conteúdos exclusivos e um perfil profissional completo no site.

Envie sua proposta e seja um associado »

OR

Be an associate

Count on the support of the second largest Society of Dermatology in the world, have access to exclusive content and a complete professional profile on the site.

Submit your proposal and be an associate »

Notícias - Fique por dentro do mundo da Dermatologia.

COVID-19

SBD esclarece sobre vacinação para Covid-19 em pessoas com procedimentos estéticos

08/01/2021 02:18

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) divulgou nesta sexta-feira (8/1) esclarecimento para a população e médicos sobre efeito de vacinas de Covid-19 em pessoas que realizaram procedimentos estéticos. A nota foi elaborada em decorrência de relatório divulgado pela Food and Drug Administration (FDA), agência do Departamento de Saúde dos Estados Unidos que regulamenta drogas e alimentos. 

CLIQUE PARA LER A ÍNTEGRA DA NOTA

O texto americano apontou relatos de edema (inchaço) em duas voluntárias de um estudo para desenvolvimento de vacinas que haviam se submetido a preenchimento facial. No seu esclarecimento, a SBD alerta que o assunto deve ser tratado com cautela, sendo que reações adversas em pacientes com preenchimento, apesar de extremamente raras, são conhecidas e descritas em estudos sobre o tema. 

“A produção de documentos desse tipo faz parte da missão diária da SBD, de dar suporte aos dermatologistas, oferecendo maior segurança e eficácia aos pacientes que contam com seu atendimento. Na Gestão 2021-2022, esse trabalho será mantido. No momento atual, em que a pandemia de Covid-19 ainda gera incertezas, é importante orientar os profissionais e a população sobre as adequadas percepções clínica, técnica e ética”, afirmou Mauro Enokihara, presidente da entidade.

Reação - No caso, o efeito descrito pela FDA é conhecido como edema tardio recorrente. Trata-se de uma reação inflamatória na área onde houve preenchimento facial ou labial. Em 2017, a ocorrência de reações desse tipo foi tratada no artigo “Edema tardio intermitente e persistente ETIP: reação adversa tardia ao preenchedor de ácido hialurônico”, na revista Surgical & Cosmetic Dermatology, publicação da SBD. 

O estudo reportou que essa substância ao ser aplicada em indivíduos com predisposição e na presença de gatilhos (infecções respiratórias, bacterianas ou virais e vacinação, entre outros) pode desencadear processo inflamatório devido à característica imunogênica (de gerar resposta imune) do preenchedor. Na avaliação da SBD, a possibilidade desse tipo de reação é reduzida e não deve impedir a adesão das pessoas à vacinação contra a Covid-19. 

Preenchimento - “Não há motivo para alarde nem para preocupação. De forma nenhuma as pessoas que fizeram preenchimento devem evitar a vacina, pois existe uma alta recomendação para que todos saibam as vantagens de se imunizar e de não se preocupar com esses eventos adversos, que geralmente são leves e regridem rapidamente”, salienta a coordenadora do Departamento de Cosmiatria Dermatológica da SBD, Edileia Bagatin.

Caso algum sinal ou sintoma inesperado surja após tomar a vacina, qualquer pessoa deve procurar orientação médica para ser devidamente avaliada e tratada. O coordenador do Departamento de Medicina Interna da SBD, Paulo Criado, reiterou que “perante 30 mil pessoas que participaram desse estudo, o número de pessoas que teve reação adversa é bastante reduzido e isso pode ter ocorrido por associação casual ou causal”. 

Contudo, lembrou ele, “os benefícios da vacinação contra a Covid-19, que é uma doença potencialmente fatal, são muito maiores do que eventuais pequenos riscos de uma reação

Compartilhe: