SBD

Brasileiros

SBD

Estrangeiros

OU

Seja um associado

Conte com o apoio da segunda maior Sociedade de Dermatologia do mundo, tenha acesso a conteúdos exclusivos e um perfil profissional completo no site.

Envie sua proposta e seja um associado »

OR

Be an associate

Count on the support of the second largest Society of Dermatology in the world, have access to exclusive content and a complete professional profile on the site.

Submit your proposal and be an associate »

Notícias - Fique por dentro do mundo da Dermatologia.

Geral

Novo presidente da SBD reitera compromissos da Gestão 2021-2022 com os especialistas e a população

08/01/2021 02:03

A consolidação e ampliação das ações visando à atualização científica dos associados é uma das metas que será empreendida pela nova gestão da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), no biênio 2021-2022. Em entrevista ao portal da SBD, Mauro Enokihara, novo presidente da entidade, apresentou algumas de suas preocupações e objetivos para o período, que se desenvolverá sob o slogan “Dermatologia de todos, e para todos”.

Ele salientou que para avançar em seus projetos a diretoria da Gestão 2021-2022 – em conjunto com a equipe de colaboradores da SBD – já iniciou o planejamento do trabalho para atender às principais demandas dos associados. De acordo o presidente, além de promover capacitação técnica de alta qualidade, também estão entre as prioridades ações de defesa profissional e de projeção da imagem institucional no debate público sobre temas de relevância para a dermatologia, a medicina e os pacientes.

Confira, a seguir, uma rápida entrevista com Mauro Enokihara.

Portal SBD – Como o senhor vê o desafio presidir a SBD?

Mauro Enokihara - No primeiro encontro com a atual equipe, eu apresentei uma imagem que julgo ser representativa: um campo vasto e verde, cortado por um caminho de pedras, que tem como destino uma alta montanha. Esse é o desenho da nossa atual conjuntura. Nos próximos meses, sabemos que haverá inúmeros desafios ao longo da estrada. Nesse contexto, se realmente quisermos alcançar novos patamares – chegando ao topo das montanhas –, precisamos estabelecer nossas metas. Nesse sentido, nosso objetivo maior será servir ao associado da SBD. Da mesma maneira que as diretorias anteriores fizeram um ótimo trabalho, sendo que eu como associado usufrui disso, nosso intuito é atender às demandas dos dermatologistas.

Portal SBD – No contexto da pandemia de Covid-19, como será a atuação da SBD?

Mauro Enokihara - Devido ao novo coronavírus, nós tivemos um 2020 extremamente difícil. Mas, nesse cenário de incerteza, que permanecerá pelo menos em curto prazo, houve também oportunidades de aprendizado. Inovamos no modo de promover atividades da SBD e de estabelecer contato com os associados. Com base nessa experiência, já estamos trabalhando para montar uma ampla programação científica, com cursos e eventos. Neste momento, é ainda mais importante elaborarmos planos para superar as indefinições impostas pela Covid-19. Mas uma coisa é certa: em 2021, vamos trabalhar com afinco para que a SBD reforce seus projetos de educação continuada e de apoio ao aprimoramento profissional dos dermatologistas brasileiros, dando atenção aos associados de cada uma de nossas Regionais. Queremos consolidar as boas iniciativas já oferecidas e aperfeiçoar o que precisa ser melhorado.

Portal SBD – Como a SBD pretende trabalhar no campo da defesa profissional?

Mauro Enokihara - Nos últimos anos, diferentes especialidades médicas – sobretudo a dermatologia – têm vivenciado sucessivos ataques às suas competências. São ações promovidas por entidades e indivíduos de outras categorias profissionais. Contra esse movimento, a SBD já tem buscado abrigo na Justiça, com uma série de ações onde essa postura tem alvo de questionamento. Sabemos que esse é um processo longo, com amplo direito a recursos, mas acreditamos que temos argumentos sólidos o suficiente para contrapor essas irregularidades. Também temos buscado sensibilizar parlamentares em favor dessa causa, assim como recebido o apoio de instituições representativas da classe médica, como o Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Associação Médica Brasileira (AMB). Essas iniciativas que já acontecem vão ser consolidadas. O último presidente da SBD, Sérgio Palma, juntamente com sua diretoria, encampou esse trabalho de defesa profissional de modo incansável e esse é um compromisso que não será abandonado.

Portal SBD – De que modo a dermatologia brasileira, por meio da SBD, pode contribuir com a formulação de políticas públicas de saúde?

Mauro Enokihara – Costumamos caracterizar a dermatologia como uma especialidade complexa e completa. É a única que engloba mais de três mil doenças, que necessitam de tratamento – clínico ou cirúrgico –, envolvendo uma gama imensa de procedimentos. Além disso, temos também a dermatologia sanitária, que se ocupam das chamadas doenças negligenciadas. Esse é um ponto que precisa ser valorizado. A hanseníase ainda é um exemplo de problema grave e atualíssimo. No passado, sonhávamos que haveria maior controle dessa doença do Brasil, no início dos anos 2000. Já se passaram duas décadas e hoje o nosso País ainda é o segundo no mundo em número de casos. Outro exemplo são as Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), que têm diversas manifestações cutâneas e vêm se disseminando, especialmente entre os mais jovens. Outro tópico relevante em termos de saúde pública é o cuidado inerente para cada tipo de pele, especialmente no Brasil, onde a miscigenação é uma realidade inegável. Há doenças que são próprias de cada cor ou etnia. Quando identificamos a dermatologia como especialidade completa é por que está atenta a todos esses fatores, além de muitos outros, como as ações nos campos cirúrgico e cosmiátrico. Efetivamente, ela engloba a assistência que cobre pessoas das classes menos favorecidas até as mais abastadas. Por isso, nossos compromissos e metas podem ser consolidados na frase escolhida para nortear a atual gestão em suas ações: “Dermatologia de todos, e para todos”.

Portal SBD -  Qual sua mensagem para os associados da SBD?

Mauro Enokihara - Muitos já me conhecem, em função da minha trajetória. Seja pela atuação no campo clínico, seja na vida associativa. Diante disto, quero reiterar a cada associado da SBD a total seriedade com a qual encaro essa oportunidade de gerir nossa entidade nos próximos dois anos. Para tanto, podem contar com o melhor de nossos esforços – meus e de todos os membros da diretoria – para oferecer aos especialistas uma gestão inovadora, permeada por valores éticos, trabalho árduo e que buscará sempre atender a cada um da melhor maneira, mesmo que para isso muitas vezes seja preciso tornar o impossível possível. 

Compartilhe:
   

Siga a SBD e fique atualizado.