SBD

Brasileiros

SBD

Estrangeiros

OU

Seja um associado

Conte com o apoio da segunda maior Sociedade de Dermatologia do mundo, tenha acesso a conteúdos exclusivos e um perfil profissional completo no site.

Envie sua proposta e seja um associado »

OR

Be an associate

Count on the support of the second largest Society of Dermatology in the world, have access to exclusive content and a complete professional profile on the site.

Submit your proposal and be an associate »

Notícias - Fique por dentro do mundo da Dermatologia.

Dicas e Cuidados

Assaduras: cuidado com as dobrinhas!

22/06/2010 02:16 Nos primeiros meses de vida a assadura é a lesão de pele mais comum entre as crianças. A pele do bebê é tomada por uma vermelhidão, o local fica levemente inchado e dolorido. A mamãe logo constata que a irritabilidade do pequeno tem uma explicação: assaduras! Bastante comum, a assadura ou dermatite de fralda, como é conhecida entre os médicos, causa um grande desconforto ao nenê e uma enorme preocupação aos papais que, na maioria das vezes, não sabem por que a inflamação aparece ou como acabar com ela. Conhecendo um pouco mais sobre o assunto, é possível preveni-la, tratá-la e, até mesmo, reconhecer quando uma visita ao médico se torna necessária. Trata-se de uma inflamação cutânea causada, principalmente, pela umidade e pelo contato prolongado com as substâncias presentes na urina e nas fezes. ASSADURA Nos primeiros meses de vida, período em que corresponde ao uso das fraldas, a assadura é a lesão de pele mais comum entre as crianças, atingindo cerca de 35% dos pequenos. “Trata-se de uma inflamação cutânea causada, principalmente, pela umidade e pelo contato prolongado com as substâncias presentes na urina e nas fezes”, explica a Dra. Jackeline Mota, dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia Regional do Estado de São Paulo. Não por coincidência, as áreas mais afetadas pela assadura são aquelas cobertas pela fralda, ou seja, a região genital, as nádegas, a porção baixa do abdome e a raiz da coxa. “O local fica fechado, a pele acaba ficando abafada e mais sensível. Por isso, se permanecer muito tempo em contato com a urina ou as fezes, o aparecimento da assadura será praticamente garantido”, afirma Mota. Essa inflamação também pode estar relacionada à alimentação, pois a introdução de novos alimentos na dieta pode fazer com que as fezes fiquem mais ácidas. O mais importante é evitar que a pele inflamada tenha contato com as substâncias irritantes. TRATAMENTO Quando a assadura já existe, o mais importante é evitar que a pele inflamada tenha contato com as substâncias irritantes. “A troca precisa ser ainda mais frequente. O intervalo que era de 3h deve diminuir para apenas uma, pois a fralda precisa estar sempre seca e limpinha”, ensina a dermatologista. Ela ainda alerta que os lencinhos umedecidos devem ser evitados, pois contêm substâncias químicas que podem irritar ainda mais o local. “Água morna &ea…
Compartilhe: