Como enfrentar o verão sem prejuízos para a saúde da pele



Como enfrentar o verão sem prejuízos para a saúde da pele

29 de dezembro de 2010

Dos cabelos às unhas dos pés, o verão exige cuidados especiais com a pele. A médica dermatologista Christiana Blattner, membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia, dá algumas dicas:

PREVINA-SE CONTRA DOENÇAS DE PELE

O verão é época propícia para o aparecimento de algumas doenças da pele, como micoses e herpes. “Sugiro secar bem a virilha após o banho, principalmente por causa das sungas e biquínis molhados típicos do verão, e também verificar os espaços entre os dedos dos pés, pois a umidade favorece a proliferação dos fungos causadores das micoses”, explica a dermatologista de Campinas. Contra o herpes, especialmente aquele provocado pelos raios ultravioletas, a dica é não esquecer o protetor labial.

DEIXE A PELE “RESPIRAR”

Use roupas confortáveis, de tecidos mais leves, como o algodão, evitando roupas quentes, justas e tecidos sintéticos, especialmente nas roupas de baixo. Quando possível, fuja dos sapatos fechados.

CUIDADO COM A ACNE

Com o verão, muita gente se engana achando que o sol vai resolver o problema das espinhas. “Num primeiro momento o sol até pode ajudar a secar as espinhas, mas, na sequência, ele vai promover um aumento da sebácea e piora da acne”, alerta Christiana Blattner. Segundo ela, o médico dermatologista é o profissional mais indicado para combater a acne. “Hoje, é grande o arsenal à disposição para tratar do problema. Na juventude, quando o problema é mais freqüente,o acompanhamento do dermatologista é fundamental para eliminar a acne, sem deixar marcas. Para quem já convive com as cicatrizes, existem alguns tratamentos a laser que conseguem eliminá-las”.

PROTEJA-SE DO SOL COM OS PRODUTOS CORRETOS

As áreas do corpo que envelhecem com mais rapidez são justamente aquelas mais expostas ao sol, como braços, colo, pescoço, orelhas e rosto. “São áreas que merecem atenção especial quando aplicamos o filtro solar”, explica a dermatologista Christiana Blatter.

A médica aconselha: “cuidado com os filtros solares muito oleosos. Associados ao clima quente e úmido e ao aumento da exposição solar, eles podem promover a formação de cravos e espinhas nas peles acneicas”. E co





SBD

Sociedade Brasileira de Dermatologia

Av. Rio Branco, 39 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20090-003

Copyright Sociedade Brasileira de Dermatologia – 2021. Todos os direitos reservados