Abertura oficial do Dezembro Laranja no Rio de Janeiro



Abertura oficial do Dezembro Laranja no Rio de Janeiro

18 de dezembro de 2019
dezembro-laranja-3.png

JSBD – Ano 23 – N.05

 

A campanha Dezembro Laranja da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), que marca todo o último mês do ano com inúmeras ações de conscientização sobre o câncer da pele, teve abertura oficial nesta sexta-feira, 29 de novembro, no Rio de Janeiro. Realizada desde 2014, a iniciativa enfatiza a importância do diagnóstico e tratamento precoces com o médico dermatologista para aumentar as chances de cura desse tipo de tumor, o mais comum no país e no mundo, reforçando a necessidade de atitudes fotoprotetoras simples no dia a dia (saiba mais abaixo). Na abertura do encontro, o presidente da SBD, Sérgio Palma, traçou um histórico das campanhas de câncer da pele promovidas nacionalmente pela SBD desde 1998 e comentou os vários tipos de tumor. Também apresentou a campanha atual da sociedade médica intitulada “Um sinal pode ser câncer de pele”, conclamando a participação de todos nesse movimento de conscientização.

"Convidamos a população, médicos dermatologistas e artistas para participar de forma coletiva e proativa em suas mídias e, assim, levar informação e educação em saúde sobre o câncer da pele, que é o tipo mais comum de tumor, mas também o mais negligenciado”, disse, lembrando que o Rio Grande do Sul é o estado com maior incidência de câncer da pele no país, ou seja, os casos da doença não são restritos às cidades litorâneas, e os cuidados diários com a pele devem ser feitos regularmente por todos. “É uma questão cultural. O país inteiro precisa ser cuidado em relação a esse problema”, comenta o presidente. "A negação como forma de lidar com a doença é uma das causas da demora na procura de atendimento médico", frisa o vice-presidente da SBD, Mauro Enokihara.

Em sua sexta edição, o Dezembro Laranja alerta para os #sinaisdocâncerdepele, visando à detecção e ao tratamento precoces com o médico dermatologista, atitude que contribui para elevar os percentuais de cura. Dados mostram que o câncer da pele representa 30% de todos os diagnósticos da doença no Brasil, sendo que o Instituto Nacional do Câncer (Inca) registra a cada ano cerca de 180 mil novos casos. 

“A doença é grave e não deve ser menosprezada. O câncer da pele existe, as pessoas têm esse problema no Brasil, mas por outro lado também há mais tratamentos para a doença. Entretanto, queremos chamar a atenção das pessoas para o melhor tratamento que é o diagnóstico precoce”, considera o coordenador da Campanha Nacional de Câncer da Pele, Elimar Gomes. 

Durante a cerimônia foram exibidos três vídeos com depoimentos reais de pessoas que tiveram câncer da pele. Elas contam como descobriram a doença e lidaram com essa experiência. 

“Não devemos negligenciar. Entre os diferentes tumores de pele, o mais comum e de menor mortalidade é o câncer da pele não melanoma; já o melanoma é o menos frequente na população brasileira, mas também o mais agressivo. Por isso estamos trabalhando de maneira ativa, enfatizando a necessidade da prevenção por meio de exame clínico com o médico dermatologista”, explica Sérgio Palma.

 

Participaram da solenidade integrantes da Diretoria da SBD Nacional biênio 2019/2020, capitaneada pelo presidente, Sérgio Palma, o coordenador da Campanha Nacional de Câncer da Pele, Elimar Gomes, além de médicos dermatologistas e celebridades, entre elas, a repórter esportista Glenda Kozlowski, embaixadora do Dezembro Laranja, Rosamaria Murtinho, Nívea Maria e Carlinhos de Jesus.

"Dezembro é o mês para informar que os cuidados com a pele vão além da estética, pois trata-se de saúde, e que a ida ao dermatologista está acima dos cuidados com a beleza. Espero ajudar a disseminar o trabalho da SBD por meio do #dezembrolaranja e colaborar com a propagação da informação para que as pessoas olhem para o câncer de pele com a seriedade que o tema merece", afirma Glenda.

Clique para saber mais sobre a campanha.

Fotos: Paulo de Deus


Como prevenir?

1. Evitar os horários de radiação intensa – entre 10h e 16h 
2. Procurar locais com sombra
3. Usar chapéus de abas largas, sombrinhas, roupas de manga comprida e óculos escuros com proteção UV 
4. Trinta minutos antes da exposição solar, aplicar na pele filtro com fator de proteção 30 (no mínimo)


Confira os vídeos da campanha:

Saiba mais: http://www.sbd.org.br//dezembroLaranja/noticias/saude-em-dia-brasil-tem-180-mil-novos-casos-de-cancer-de-pele-ao-ano/ e http://www.sbd.org.br/dezembroLaranja/noticias/dezembro-laranja-conscientiza-sobre-combate-ao-cancer-de-pele/





SBD

Sociedade Brasileira de Dermatologia

Av. Rio Branco, 39 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20090-003

Copyright Sociedade Brasileira de Dermatologia – 2021. Todos os direitos reservados