SBD

Brasileiros

SBD

Estrangeiros

SBD

Centros Dermatológicos

SBD

Regionais

OU

Seja um associado

Conte com o apoio da segunda maior Sociedade de Dermatologia do mundo, tenha acesso a conteúdos exclusivos e um perfil profissional completo no site.

OR

Be an associate

Count on the support of the second largest Society of Dermatology in the world, have access to exclusive content and a complete professional profile on the site.


Eczema

Eczema

Eczema é um tipo de dermatose que se caracteriza por apresentar vários tipos de lesões.

O que é? O que é?

Eczema é um tipo de dermatose que se caracteriza por apresentar vários tipos de lesões. Pode ser agudo, subagudo ou crônico. A versão aguda tem lesões que começam com marcas avermelhadas com bolhinhas de água na superfície que, ao se romperem, eliminam um líquido claro, o que caracteriza a fase subaguda do eczema. Já na fase crônica, a secreção começa a secar, levando à formação de crostas. Nessa etapa, se observa também o aumento da espessura da pele. O paciente pode ter eczema agudo, agudo/subagudo, subagudo/crônico ou só crônico.  Assim, não é necessário o mesmo paciente ter todas as fases de um eczema para se fazer o diagnóstico da dermatose.  

 

Sintomas Sintomas

Existem seis doenças que podem se manifestar como eczema:  

  • Eczema atópico ou dermatite atópica: é um eczema que aparece em áreas específicas do corpo, como face, dobras de braços e pernas.  Esse tipo está associado à asma e à rinite. O eczema atópico, em geral, começa a partir do segundo mês de vida; pode aparecer em surtos e se manifestar por toda vida do paciente. Nesse tipo de eczema, a coceira é o sintoma mais importante, sendo um dos dados que contribuem para o diagnóstico. Fatores genéticos e imunológicos favorecem essa dermatose.
  • Eczema de contato ou dermatite de contato: surge após o contato de material ou produto na pele do indivíduo. Substâncias, presentes no material ou no produto, causam o eczema por terem a capacidade de provocar um dano nas células da pele, ou gerarem uma reação alérgica do organismo contra elas.  Nos dois casos, as reações se manifestam como eczema. As localizações mais frequentes são: mãos, face, pescoço e pés.
  • Eczema por droga ingerida ou farmacodermia eczematosa: ocorre quando o paciente ingere uma droga ou medicamento que provoca uma reação indesejada, que se manifesta como eczema na pele.   Antibióticos, anti-inflamatórios, analgésicos e outras classes de drogas podem desencadear esse quadro.
  • Eczema numular: caracteriza-se por placas de eczema, simétricas, distribuídas em várias partes do corpo e cuja causa é desconhecida. Muitos autores consideram o e eczema numular como uma parte do quadro de dermatite atópica.
  • Eczema de estase: localizado em pernas, simétrico e associado a varizes de membros inferiores.  A má nutrição do tecido, decorrente do comprometimento da circulação local, favorece o aparecimento desse tipo de eczema.
  • Eczema disidrósico ou disidrose: pequenas bolhas que surgem nas mãos e nos pés. Pode ter várias causas como o eczema atópico, a dermatite de contato e a farmacodermia eczematosa.   Além disso, a presença de micose nos pés pode levar à formação de bolhas nas mãos, como uma reação alérgica ao fungo presente na região plantar. Existe um tipo de disidrose chamada idiopática, ou seja, sem causa determinada, que está relacionada ao estresse emocional.

Tratamentos Tratamentos

O diagnóstico de eczema, e sua causa, são obtidos pela história que o paciente conta ao médico e pelos exames clínicos e específicos para se determinar a etiologia do quadro. O tratamento é realizado de acordo com o tipo de eczema. Além do tratamento especifico, são importantes as orientações que são dadas ao paciente, de acordo com o tipo de eczema: -No eczema atópico e numular é importante a hidratação da pele, o que ajuda a manter a integridade da barreira de proteção da pele. -No eczema de contato e farmacodermia, o principal tratamento é evitar o contato com o material que levou à formação do eczema -No eczema de estase, o tratamento da alteração circulatória ajuda a controlar o quadro eczematoso.  

Prevenção Prevenção

As orientações acima citadas, além de ajudar no tratamento dos tipos de eczema, colaboram na prevenção do reaparecimento das lesões.  

Outros problemas e doenças de pele

Molusco

Molusco

São pequenas pápulas da cor da pele, com umbilicação central (depressão patológica em formato similar ao do umbigo) muitas vezes confundida com verrugas vulgares.

Leia mais...
Melasma

Melasma

É uma condição que se caracteriza pelo surgimento de manchas escuras na pele, mais comumente na face, mas também pode ser de ocorrência extrafacial, com acometimento dos braços, pescoço e colo.

Leia mais...
Psoríase

Psoríase

Doença da pele relativamente comum, crônica e não contagiosa. É cíclica, ou seja, apresenta sintomas que desaparecem e reaparecem periodicamente.

Leia mais...
Furúnculo

Furúnculo

O furúnculo é uma forma de foliculite profunda, acometendo não só o folículo piloso em sua profundidade, mas também a glândula sebácea anexa.

Leia mais...
Estrias

Estrias

Estria é uma atrofia tegumentar adquirida que surge quando as fibras elásticas e colágenas (responsáveis pela firmeza da pele) se rompem e formam “cicatrizes”.

Leia mais...
   

Siga a SBD e fique atualizado.