Janeiro Roxo: mês de combate à hanseníase



array(4) { [0]=> string(76) "https://www.sbd.org.br/wp-content/uploads/2021/11/jr2021_bannerHomeAcoes.png" [1]=> int(260) [2]=> int(295) [3]=> bool(false) }

Janeiro Roxo: mês de combate à hanseníase

30 de novembro de 2021
jr2021_bannerHomeAcoes.png

Vamos falar sobre Hanseníase e saúde.

Situação negligenciada é aquela que é alvo de desatenção, desconsideração, displicência, descaso, indiferença, menosprezo.

Infelizmente, a hanseníase é considerada assim: uma doença negligenciada. Isso transparece pela omissão de alguns tomadores de decisão e segmentos da indústria farmacêutica que não enxergam prioridade em sua prevenção e tratamento.

Trata-se de um contexto contra o qual o Ministério da Saúde e a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) tem trabalhado arduamente ao longo dos anos. O que se busca é conscientizar a população sobre as manifestações clínicas da doença e assegurar a todos acesso ao diagnóstico e ao tratamento precoce.

No Brasil, cerca de 30 mil novos casos da doença são detectados todos os anos. É um dado alarmante, cujo enfrentamento depende, de um lado, do aperfeiçoamento e implementação plena de políticas públicas.

Do outro lado, de que cada um de nós faça sua parte e esteja atento ao próprio corpo, procurando orientação médica em caso de sinais e sintomas suspeitos.

Afinal, como alerta a SBD em sua campanha pelo Janeiro Roxo desse ano: se a hanseníase é uma doença negligenciada, a nossa saúde não é.

 





SBD

Sociedade Brasileira de Dermatologia

Av. Rio Branco, 39 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20090-003

Copyright Sociedade Brasileira de Dermatologia – 2021. Todos os direitos reservados