Defesa Profissional da Dermatologia

De acordo com a legislação em vigor, só pode se intitular especialista em dermatologia o médico que possuir o registro da especialidade junto ao Conselho Regional de Medicina (CRM) competente e que, portanto, é reconhecido como tal pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

É fato público e notório que atualmente diversos procedimentos ligados à nossa área de atuação estão sendo realizados por profissionais não médicos, pondo em risco o profissional especialista e a sociedade em geral.

Além disso, como qualquer médico portador de registro no CRM pode realizar procedimento médico, independentemente da especialidade, complexidade e repercussões clínicas e cirúrgicas, diversos médicos estão se intitulando dermatologistas sem que, para tanto, possuam o título de especialidade ou, quando o possuem, não o registraram junto ao CRM competente.

Esses fatos estão gerando muitos problemas não só para a SBD e seus associados, como também, e principalmente, para os pacientes que, ao procurarem atendimento de um dermatologista, são atendidos por um profissional que não possui essa especialidade médica aos olhos do CFM.

Caso o associado tenha dúvida se o fato ou ato por ele observado foi ou não realizado por um especialista em dermatologia, a SBD sugere uma consulta no site do CFM que possui um banco de dados com todos os registros dos médicos especialistas em dermatologia (www.cfm.org.br).

Para otimizar nosso trabalho de valorização do exercício ético da profissão, reforçamos que o associado conta agora com canais diretos de comunicação com o Departamento Jurídico da SBD para questões de defesa profissional e envio de denúncias contra o exercício ilegal da medicina.

Lembramos que ao encaminhar a sua denúncia, é necessário observar que a mesma venha acompanhada do nome do não médico e endereço completo de sua atuação. Essas informações são imprescindíveis para a nossa atuação e para o encaminhamento das representações perante as autoridades públicas.

Colabore com nosso trabalho em defesa da saúde pública e valorização do exercício profissional do médico dermatologista. Quaisquer dúvidas entre em contato por meio dos seguintes canais de comunicação para esclarecimentos e envio de denúncias: e-mail defesaprofissional-juridico@sbd.org.br e WhatsApp 61 9 935-2306.