Eleições da Sociedade Brasileira de Dermatologia gestão 2021/2022




11 de fevereiro de 2020 0

JSBD – Ano 23 – N.06 – 01 – DEZEMBRO-FEVEREIRO

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) tem reforçado a boa formação em dermatologia em sua comunicação com associados. Formar médicos de maneira inadequada, além de causar riscos para a saúde da população brasileira, pode gerar inúmeros processos éticos criminais. Por meio de um minidocumentário para marcar o Dia do Dermatologista, em 5 de fevereiro, e homenagear seus 10 mil associados, a SBD mostrou os desafios e a importância da formação médica adequada. No vídeo, médicos dermatologistas, entre eles o atual presidente da SBD, Sérgio Palma, e alguns ex-presidentes, como José Antonio Sanches e Bogdana Victoria Kadunc, apresentam suas opiniões sobre a especialidade.

A coluna “Com a palavra” desta edição aborda um tema interessante no dia a dia do consultório. Muitas vezes o médico diz uma coisa, e o paciente entende outra. Como melhorar a comunicação e a satisfação do paciente em tratamentos e procedimentos? Essa questão será tratada de forma didática e objetiva pela dermatologista Débora Ormond, do Departamento de Defesa Profissional da SBD.

Na sociedade contemporânea, é alta a demanda para a realização de procedimentos dermatológicos estéticos, especialmente por mulheres. Em “Outros olhares” convidamos a médica Ivonise Follador para falar sobre esse assunto, porém, enfocando a pele negra. Ela explica os principais tratamentos dermatológicos nessa população, entre outros aspectos, como a beleza e a etnia brasileiras.

A descoberta do vitiligo em sua filha fez Tatiane Santos de Oliveira parar para ver a vida de outra forma. E foi inspirada na literatura que ela conseguiu encontrar outras maneiras para reescrever a história de Maria Luiza, hoje com oito anos de idade – na época do diagnóstico tinha três. Por meio da arte e do tratamento humanizado, tanto a menina quanto a família e pessoas ao redor lidam hoje com a doença de uma forma natural e tranquila. Você poderá acompanhar a entrevista neste número.

Comemoramos com nossos leitores os benefícios do árduo trabalho de conscientização da Campanha Nacional de Hanseníase da SBD. Milhares de dermatologistas participaram de ações em seus estados e cidades. O levantamento da Sociedade Brasileira de Dermatologia com base nos dados do Ministério da Saúde (MS) apontou que cerca de 800 mil brasileiros têm hanseníase no país. Esse número é alto e representa os diagnósticos realizados de 1999 a 2018. Segundo a coordenadora da Campanha Nacional de Hanseníase da SBD, Sandra Durães, ainda que o Brasil seja considerado uma potência econômica, as desigualdades regionais repercutem na materialização de novos casos da doença. Saiba tudo sobre esse trabalho desenvolvido pela SBD nas próximas páginas.

Os preenchimentos faciais e suas complicações foram comentados pela dermatologista Ada Trindade de Almeida, em texto esclarecedor. Em sua opinião, “várias publicações científicas recentes abordam o tema em consensos, algoritmos e estudos retrospectivos, incluindo um Consenso Brasileiro publicado na Surgical & Cosmetic Dermatology, mas o número real de complicações ainda é desconhecido, porque na maioria dos casos a notificação oficial não é feita”.

Nesta edição você ainda confere novidades de futuros eventos organizados pela Sociedade, como o 13º Simpósio de Cosmiatria, Laser e Tecnologias da SBD e o 6º Simpósio de Cosmiatria e Tecnologias da SBD-Resp, em março, e o Congresso Brasileiro de Dermatologia, em São Paulo, em setembro. A publicação também traz um resumo das campanhas Janeiro Roxo e Verão Laranja, que tiveram aumento em sua visibilidade, com boa resposta da população e médicos na interação com a entidade nas redes sociais.

Finalmente, a atual Diretoria da SBD gostaria de convocar todos os especialistas para exercer seu direito e dever de voto na eleição dos dirigentes para a gestão 2021/2022. As eleições ocorrerão em 18 de abril por correspondência e de forma presencial. Exerça seu direito de votar, participe!

Lembramos a todas e todos que o PDF do jornal pode ser acessado na plataforma de publicações da SBD, na área logada do site. Esperamos que você prestigie essa publicação da SBD e tenha uma boa leitura!

 


17 de dezembro de 2019 0

JSBD – Ano 23 – N.05

Dezembro é o mês de conscientização do câncer da pele e também o período em que a SBD Nacional organiza a maior campanha de educação em saúde da pele voltada para a população, o Dezembro Laranja. No dia 7, a sociedade médica realizou o Exame Preventivo Gratuito, iniciativa que reuniu 4 mil médicos dermatologistas e voluntários para o atendimento dermatológico e aconselhamento visando à detecção precoce em 123 postos de saúde do país. Na ocasião, mais de 22 mil pessoas foram atendidas e mais de 4 mil casos de câncer da pele diagnosticados. A ação deste ano contou com uma inovação: o uso de um aplicativo para otimizar o número de consultas realizadas e informações obtidas dos pacientes. São muitos os benefícios trazidos por essa mudança. Por exemplo, a maior precisão na compilação dos dados poderá auxiliar na implementação de políticas públicas para o desenvolvimento de projetos e ações que melhorem os números de casos de câncer da pele encontrados na população brasileira.

Na coluna “Com a palavra”, o tema abordado foi a saúde da pele das pessoas veganas e vegetarianas. Como prescrever medicamentos para esses pacientes? A dermatologista Vanessa Cunha fala a respeito dos dermocosméticos e da alimentação. O editor dos Anais Brasileiros de Dermatologia Silvio Marques dá conselhos para os estudantes que estão prestes a concluir a residência/especialização em dermatologia na seção “Jovem Dermatologista”. As dicas são valiosas para quem já irá iniciar a carreira médica.

Ainda nesta edição você vai conferir um resumo das ações sociais e institucionais desenvolvidas pela SBD, como o mutirão dermatológico na comunidade de Araras para mais um atendimento aos pacientes com xeroderma pigmentoso; o novo curso on-line sobre micologia, disponível para associados da SBD; e alguns dos encontros científicos promovidos no segundo semestre, como o IV Simpósio Internacional de Cabelos e Unhas, realizado em conjunto com a 27ª Jornada Sul-brasileira de Dermatologia e da 44ª Jornada Gaúcha de Dermatologia. A publicação também traz ainda uma série de assuntos sobre ética médica e política em saúde, temas prioritários da atual gestão da SBD.

Essas e outras notícias estão na edição 5 do JSBD, que também pode ser acessada em formato PDF na plataforma de publicações da SBD, na área logada do site. É possível baixar e ler o jornal, inclusive do seu smartphone.

Boa leitura!


7 de agosto de 2019 0

JSBD – Ano 23 – N.03 – 04

A reunião do Conselho Deliberativo realizada em junho, em São Paulo, é o destaque deste número do JSBD. Na ocasião, mais de 100 delegados debateram amplamente questões importantes de diferentes áreas da dermatologia. Entre os temas em pauta estavam os fluxos administrativos, a defesa profissional, o ensino médico e a formação de especialistas. Essa foi a primeira vez que uma reunião do Conselho ocorreu antes do Congresso Brasileiro de Dermatologia e a mudança agradou a todos.

Nesta edição você também poderá acompanhar um pouco do trabalho desenvolvido pela Diretoria, capitaneada pelo presidente Sérgio Palma, durante os primeiros 150 dias de gestão. Ações em várias esferas foram desenvolvidas visando ao fortalecimento e crescimento da dermatologia e do dermatologista, como iniciativas contra a invasão de competências promovida por profissionais de outras áreas da saúde e seu reconhecimento por parte de entidades médicas nacionais; reportagens sobre ética na medicina e dermatologia em mídias impressas, digitais, televisivas e radiofônicas; publicações e pesquisas médicas realizadas pela SBD para os associados, entre outras.

Na coluna “Com a palavra”, convidamos o médico dermatologista Daniel Houthausen Nunes para abordar a prática da telemedicina no país e seus benefícios na interpretação de imagens – fase importante para o raciocínio diagnóstico em diferentes especialidades, entre elas a dermatologia.   

O debate sobre os cuidados em saúde da população LGBT é assunto da coluna “Outros olhares”, que contou com a participação do médico dermatologista Felipe Aguinaga, do Ambulatório de Dermatologia e Diversidade de Gênero, do Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay, no Rio de Janeiro. Na matéria, ele comenta o atendimento dermatológico dessas pessoas; a relação entre raça, etnia, status socioeconômico nas disparidades de saúde; a importância do atendimento humanizado desses pacientes, além de outros aspectos interessantes para atualização profissional. O debate se mostra pertinente, já que parte considerável dessa população ainda é vítima de homofobia ou transfobia nos serviços de saúde no país.

O investimento em inovação científica tanto para o pesquisador como para o dermatologista brasileiro é uma das iniciativas importantes para a valorização e a diferenciação dos profissionais da área. O JSBD convidou o coordenador científico da SBD, Hélio Miot, para abordar o assunto.

Já na seção “Entrevista”, falamos nesta edição com o editor-chefe dos Anais Brasileiros de Dermatologia (ABD), Sinésio Talhari, que comentou sobre o aumento no fator de impacto do periódico, divulgado em junho pela base de dados Journal Citation Reports, bem como as estratégias para que a revista obtenha ainda mais alcance internacional em sua trajetória.

O posicionamento oficial da SBD a respeito da liminar que libera uso de imagens de pacientes antes e depois de cirurgias; informações sobre eventos da Sociedade, entre eles o DermatoRio, agora em setembro, são outros assuntos abordados nesta edição.

Espero que goste e boa leitura!

Equipe editorial JSBD

 


19 de junho de 2019 0

JSBD – Ano 23 – N.02 – MARÇO-ABRIL

A SBD vem desenvolvendo ações em diferentes campos e promovendo discussões pensando sempre no que pode ser melhor para o especialista brasileiro. A matéria de capa desta edição, por exemplo, aborda um assunto de relevância para a dermatologia e população brasileiras: a segurança do paciente, especificamente quando se trata da realização de procedimentos dermatológicos estéticos. Como os médicos lidam com a atuação dos não médicos? Como atender pacientes com dismorfia corporal? Por que é tão fundamental a consulta com um profissional abalizado? Essas são algumas questões levantadas na matéria principal, que traz um resumo do “Seminário Cosmiatria e Laser: beleza à luz da medicina”, realizado em maio, pela Sociedade em parceria com O Globo.

Na seção Outros Olhares, falamos sobre a prática da massoterapia para liberar as tensões depois de um dia atribulado, com a participação da coordenadora do Departamento de Psicodermatologia da SBD, Marcia Senra. Em Com a Palavra, o tema abordado é urgente: o envelhecimento populacional. O assessor do Departamento de Dermatologia Geriátrica da SBD, Luis Gameiro, dá sua opinião sobre o que é envelhecer saudável e comenta os possíveis impactos da idade na saúde da pele. Em Ética Médica, a dermatologista Kátia Sheylla Malta Purim aborda a relação entre redes sociais, ética e educação médica, de forma pertinente e interessante.

A ampla atuação política da SBD pela valorização do dermatologista; os eventos institucionais, com destaque para as novidades do DermatoRio, que ocorrerá em poucos meses e pela primeira vez no Windsor Expo Convention Center no Rio de Janeiro; bem como informações pontuais para o associado, estão presentes neste número.

Boa leitura!

Equipe Editorial JSBD

 


3 de abril de 2019 0

JSBD – Ano 23 – N.01 – JANEIRO-FEVEREIRO

Caro dermatologista,

A partir de 2019, todas as edições do jornal serão online. A medida é etapa natural da evolução da publicação e visa promover maior interação do associado com todos os nossos canais de comunicação: do site institucional às mídias sociais. A cada dois meses, você receberá uma newsletter contendo um resumo das matérias publicadas, podendo acessar a íntegra no site da SBD. Além de mais confortável para leitura, a atual plataforma se mostra condizente com a jornada do associado no mundo contemporâneo.

A matéria de destaque desta edição é a entrevista com o presidente Sérgio Palma, que comenta os planos e os desafios que virão pelos próximos dois anos. Será uma oportunidade para o associado conhecer o trabalho que está sendo desenvolvido pelos diretores recém-empossados em prol do dermatologista e dermatologia. Os leitores também poderão conferir reportagens que informam os principais cuidados que o médico deve ter ao se relacionar com o paciente no mundo virtual, o balanço do Dia Nacional de Combate à Hanseníase e os novos vídeos da Campanha de Valorização Profissional.

O projeto do JSBD ainda reserva uma área para os colunistas. Em “Com a palavra” a dermatologista e membro da Comissão de Ética e Defesa Profissional da SBD, Débora Ormond, comenta sobre o Whatsapp como ferramenta de comunicação entre médico e paciente. Esses espaços de opinião ganham destaque no novo momento do jornal, que também passa a receber convidados de outras especialidades, como o médico psiquiatra Tiago Cardoso, abordando os benefícios do Mindfulness na coluna inédita “Outros olhares”.

Eventos da SBD a serem realizados no primeiro semestre, como o 12º Simpósio de Cosmiatria e Laser e o 2º Simpósio de Envelhecimento da SBD, além do Congresso no Rio, que ocorrerá em setembro, também são pautas da edição. Aparecem ainda entre as principais reportagens as ações judiciais trabalhadas pela sociedade em desfavor de não médicos.
Espero que você fique satisfeito (a) com essa reforma do processo de produção de notícias, bem como o redesenho da identidade visual, e se conecte conosco.

Boa leitura e excelente 2019!

Equipe editorial do JSBD

Clique na imagem para ler a edição. É necessário fazer o login.





SBD

Sociedade Brasileira de Dermatologia

Av. Rio Branco, 39 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20090-003

Copyright Sociedade Brasileira de Dermatologia – 2021. Todos os direitos reservados