SBD

Brasileiros

SBD

Estrangeiros

OU

Seja um associado

Conte com o apoio da segunda maior Sociedade de Dermatologia do mundo, tenha acesso a conteúdos exclusivos e um perfil profissional completo no site.

Envie sua proposta e seja um associado »

OR

Be an associate

Count on the support of the second largest Society of Dermatology in the world, have access to exclusive content and a complete professional profile on the site.

Submit your proposal and be an associate »

Notícias do JSBD - Fique por dentro do mundo da Dermatologia.

Eventos

Milão recebeu mais de 16 mil especialistas para o WCD 2019

Maior encontro do mundo na especialidade premiou dermatologistas brasileiros

18/06/2019 05:00

JSBD - Ano 23 - N.02 - MARÇO-ABRIL

Mais de 16 mil especialistas participaram do 24º Congresso Mundial de Dermatologia (WCD 2019), realizado de 10 a 15 de junho, em Milão, na Itália. Rico de possibilidades tanto na parte cientifica quanto social, o evento é organizado pela Liga Internacional de Sociedades Dermatológicas (ILDS) e acontece a cada quatro anos, reunindo profissionais do mundo todo para a troca de experiências e pesquisas. Destaque mais uma vez para a delegação brasileira, que foi a terceira maior do evento, com quase 800 inscritos – à frente ficaram Itália e Estados Unidos.

Na abertura, a dermatologista da Santa Casa de São Paulo Carolina Marçon recebeu o prêmio pelo Programa Pró-Albino, projeto idealizado pelo dermatologista Marcus Maia, e apoiado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Concorreram 123 projetos de 34 países, e seis deles foram laureados. Todas as atividades aliam responsabilidade com inclusão social na dermatologia.

“A Clínica de Dermatologia da Santa Casa de São Paulo representou o Brasil nessa premiação, o que é motivo de orgulho para todos nós. No nosso projeto, pacientes albinos de todo Brasil são avaliados, diagnosticados e tratados precocemente de lesões actínicas. Também recebem atendimento oftalmológico e de assistência social”, comenta Silvia Soutto Mayor, chefe do Serviço da Clínica de Dermatologia da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.

 

Prêmio Jovem Dermatologista vai para o Brasil

O dermatologista brasileiro Thiago Jeunon recebeu do presidente da Liga Internacional de Sociedades Dermatológicas (ILDS), Harvey Lui, o prêmio “ILDS Award – Young Dermatologist International Achievement Award” para jovens dermatologistas. O prêmio visa reconhecer jovens engajados no atendimento dermatológico de pacientes em áreas menos privilegiadas do mundo.

O Brasil mostrou ainda a excelência e qualidade científica da sua dermatologia ao ocupar a quinta colocação de países com maior número de palestrantes, à frente de França, Japão, Índia e China. 

Para além das aulas, o WCD é oportunidade para os dermatologistas conhecerem e trocarem experiências com colegas de diferentes partes do mundo.

“É um evento que nos energiza a respeito de nossa profissão e nos motiva a continuar sendo melhores médicos”, comenta o dermatologista Caio de Castro, ressaltando que a dermatologia brasileira também é referência mundial com pesquisadores brasileiros de renome internacional em várias áreas.

WCD 2023 será em Cingapura

Em votação, ficou definido que a cidade de Cingapura será a sede do 25º Congresso Mundial de Dermatologia, em 2023. O Rio de Janeiro foi uma das seis candidatas para receber o evento, ao lado de Beijing (China), Dubai (Emirados Árabes), Sidney (Austrália), Guadalajara (México), além de Cingapura.

“O Rio de Janeiro não conseguiu e, em 2023, estaremos em Cingapura para o Congresso Mundial de Dermatologia. Parabéns pela bela campanha, Roy Chan e equipe. Desejamos enorme sucesso para o seu WCD. Em nós, fica a sensação de dever cumprido e de que fizemos tudo o que podíamos”, disse Marcia Ramos-e-Silva, da Comissão Organizadora do WCD Rio 2023.

 

 

 

Compartilhe:
   

Siga a SBD e fique atualizado.