SBD

Brasileiros

SBD

Estrangeiros

SBD

Centros Dermatológicos

SBD

Regionais

OU

Seja um associado

Conte com o apoio da segunda maior Sociedade de Dermatologia do mundo, tenha acesso a conteúdos exclusivos e um perfil profissional completo no site.

OR

Be an associate

Count on the support of the second largest Society of Dermatology in the world, have access to exclusive content and a complete professional profile on the site.

10 verdades sobre psoríase


A psoríase não tem cura, mas tem tratamento. Família, amigos e pacientes devem buscar saber mais sobre a doença para ajudar no combate durante as crises. Listamos abaixo dez fatos relevantes que todos devem saber sobre a doença.

1. Psoríase é comum a todos: A psoríase afeta igualmente homens e mulheres, de todas as idades, gêneros e etnias.  

2. Psoríase não é contagiosa: Não se sabe ainda o que provoca a psoríase. As causas estão relacionadas a questões genéticas, imunológicas, ambientais e psicológicas. Mas uma certeza você pode ter: a psoríase não é contagiosa. Ninguém pega psoríase pelo toque, ao compartilhar roupas ou objetos ou dormir na mesma cama. É importante que pacientes, familiares e amigos saibam disso. Ajuda a combater o preconceito.

3. Paciente enfrentam preconceito: Algumas vezes, os portadores de psoríase são vítimas de comentários preconceituosos, e podem ser isolados dos grupos. Disseminar informação sobre a doença é a melhor maneira de combater o preconceito. Combata os mitos e divulgue os fatos.

4. Apoio é fundamental: Portadores da doença precisam de apoio de familiares, amigos e colegas de trabalho para que se sintam bem e mantenham seu convívio social.

5. Sintomas podem persistir: Existem muitos tratamentos para a psoríase, mas, mesmo assim, há pacientes que sofrem com sintomas, como a coceira, por exemplo, que não desaparecem. Isso é comum, não acontece só com você. Neste caso, o melhor é procurar o médico e discutir com ele novas possibilidades. Lembre-se de que a psoríase tem ciclos: piora e melhora com eles.

6. Outras doenças podem surgir: Casos graves de psoríase podem estar associados a outras condições como hipertensão, depressão, síndrome metabólica, para citar algumas. O médico deve ser informado do histórico familiar e de manifestações anteriores de outras doenças.

7. Psoríase não afeta só a pele: Embora grande parte dos tipos de psoríase ataque a pele, a doença pode afetar as articulações.

8. Relaxe! Estresse pode agravar a doença. Crises de psoríase e estresse andam de mãos dadas. Uma das atitudes mais importantes para prevenir novos episódios da doença é criar maneiras de lidar com o estresse. Não há uma receita pronta, cada um encontra seu modo. Exercícios físicos, meditação, momentos dedicados à leitura, um hobby. Tudo pode ser usado como arma para evitar esse mal.

9. Dieta correta ameniza inflamação: Alguns alimentos ajudam a prevenir e aliviar picos inflamatórios. Se você tem psoríase, vale a pena investir neles em sua dieta:

- peixes de água fria, como atum, salmão, sardinha, bacalhau, entre outros, que podem diversificar sua dieta. Eles são ricos em ômega 3;

 - azeite, sementes e nozes também são recomendados por serem ricos nessa substância;

 - frutas de cores diferentes, verduras e legumes. Quanto mais colorido de vegetais o seu prato, melhor. Cenouras, couve, batata doce, abóbora, brócolis, mangas, figos e morango são alguns exemplos. O morango é rico em ácido fólico, outra substância que ajuda a controlar a inflamação.

10. Viva o sol, um grande aliado: É certo que os pacientes de psoríase sentem-se envergonhados de expor as manchas na pele, mas o sol é importante para o tratamento. Dedique algum tempo para ficar ao ar livre. O sol ajuda a manter a pele mais saudável.

Compartilhe:

Cuide da sua saúde com profissionais e serviços
credenciados pela SBD

Encontre um Dermatologista

Encontre um Dermatologista

Acompanhe sua saúde com um profissional
credenciado pela SBD.

Buscar profissionais
Centros de Serviços Dermatológicos

Centros de Serviços Dermatológicos

Encontre uma instituição credenciada pela
Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Buscar centros
   

Siga a SBD e fique atualizado.