Foliculite » SBD - Sociedade Brasileira de Dermatologia
Clique Aqui - esqueci ou não tenho senha
    Acesso demais usuários

Foliculite

 

O QUE É?

Foliculite ocorre quando há infecção dos folículos pilosos, causada por bactérias, como o estafilococo, ou outros fatores. Infecções graves podem causar perda permanente do cabelo e cicatrizes.

A infecção aparece como pequenas espinhas, de ponta branca, em torno de um ou mais folículos pilosos. A maioria dos casos de foliculite é superficial, pode coçar, e doer. Normalmente a inflamação do pelo sara sozinha, mas os casos mais graves e recorrentes merecem atenção e tratamento com um dermatologista.

 

SINTOMAS

A foliculite pode ser superficial ou profunda. No primeiro caso, afeta apenas a parte superior do folículo piloso. Os sintomas são: pequenas espinhas vermelhas, com ou sem pus; a pele pode ficar avermelhada e inflamada; causa coceira e sensibilidade na região.

São raros os casos de foliculite que causam complicações. Entretanto, preste atenção a possíveis recorrências, ou seja, um local em que o pelo sempre “encrava”, ou se a área atingida pela foliculite aumenta. Procure o dermatologista, ele irá indicar o melhor tratamento.

Quando a inflamação atinge áreas mais profundas da pele, pode haver a formação de furúnculos.  Os sintomas são: grandes áreas avermelhadas; lesões elevadas com pus amarelado no meio; as áreas ficam muito sensíveis e doloridas e pode coçar também; em alguns casos a dor é intensa. As chances de cicatrizes são maiores nesses casos, e pode haver destruição do folículo piloso.

 

foliculite-dissecante

DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO

Um médico pode diagnosticar a foliculite simplesmente olhando a pele. Em alguns casos, os médicos podem retirar amostras da secreção da lesão para que ela seja examinada em laboratório.

Os casos leves de foliculite provavelmente curam-se sozinhos. Mas, casos persistentes ou recorrentes podem exigir tratamento. A terapia dependerá do tipo e da gravidade da sua infecção.

Foliculite Estafilocócica

Tipo comum. Ocorre quando os folículos pilosos são infectados com bactérias staphylococcus aureus (estafilococos).É caracterizada por coceira, inflamação com pus e pode ocorrer em qualquer região do corpo que possua pelos. Quando afeta área da barba de um homem, é chamada de coceira do barbeiro. Embora os estafilococos vivam na pele o tempo todo, elas podem causar problemas quando entram no corpo através de um corte ou outro ferimento. Isto pode ocorrer por arranhões ou lesões na pele. O tratamento pode ser com antibiótico tópico, oral ou uma combinação dos dois. Também pode ser recomendado evitar raspar a área, até que a infecção sare.

Foliculite por pseudômonas (foliculite da banheira quente)

As bactérias pseudomonas aeruginosa  proliferam em ambientes aquáticos em que os níveis de cloro e o pH não são bem regulados, como banheiras de hidromassagem. A infecção aparece entre oito horas e cinco dias após a exposição à bactéria. São erupções vermelhas, que coçam, e mais tarde bolhas com pus podem aparecer também. Áreas que ficam úmidas por mais tempo são as mais propensas à infecção, como as áreas cobertas pela roupa de banho. O tratamento se dá normalmente com loções para aliviar a coceira, antibióticos são receitados raramente.

Pseudofoliculite da barba

Uma inflamação dos folículos pilosos na área da barba, afeta homens. Os pelos raspados ao crescerem se curvam e voltam para o interior da pele. Este processo leva à inflamação e, à vezes, cicatrizes na face e no pescoço. Há cuidados para prevenir. Usar o barbeador elétrico pode ser uma opção. Ao se barbear, procure utilizar água morna, massagear os pelos para que eles fiquem mais amolecidos, ao passar o barbeador faça-o no sentido do crescimento dos pelos. E após terminar o processo, passe um hidratante.

Foliculite Pitirospórica

Comum em adolescentes e homens adultos, é causada por um fungo que causa inflamações avermelhadas, que coçam, nas costas e no peito. Atinge, às vezes, o pescoço, ombros, braços e face. Antifúngicos tópicos ou orais são os tra

tamentos mais eficazes para este tipo de foliculite.

Sycosis barba

Inflamação em todo o folículo piloso após o barbear. Pequenas inflamações aparecem primeiro no lábio superior, queixo e mandíbula. Podem aparecer constantemente com o barbear contínuo. Em casos mais graves pode deixar cicatrizes.Compressas e antibiótico local são os tratamentos mais utilizados.

Foliculite gram-negativo

Costuma se desenvolver quando a pessoa usa antibióticos por longo tempo para tratar acnes. Surge principalmente no nariz. Esses medicamentos alteram o equilíbrio normal da pele, fazendo com que organismos nocivos se desenvolvam, como as bactérias gram-negativas. Na maioria das pessoas não há grandes problemas, principalmente após cessar o uso dos medicamentos. Mas elas podem se espalhar pelo rosto e causar lesõesgraves. Apesar de este tipo ser provocado pelo uso prolongado de antibióticos, medicamentos tópicos ainda são a melhor forma de tratamento.

Furúnculos e carbúnculos

Ocorre quando há infecção com estafilococos. É uma inflamação inchada, bem avermelhada e febril. Conforme a quantidade de pus no interior aumenta, a região se torna mais dolorosa. Quando as lesões são muito grandes pode haver cicatriz no futuro. O carbúnculo é um aglomerado de furúnculos, que muitas vezes ocorre na parte de trás do pescoço, ombros, costas e coxas. São infecções mais profundas e graves do que um único furúnculo. Quase sempre deixam pequenas cicatrizes. O médico pode drenar a infecção com uma pequena incisão para aliviar a febre e a dor. No caso dos carbúnculos pode ser necessário usar antibióticos para ajudar na melhora dos sintomas.

Foliculite eosinofílica

Acomete principalmente pessoas com HIV. É caracterizada por manchas inflamadas, feridas com pus, principalmente no rosto e, às vezes, nos braços, que podem coçar. As feridas costumam se espalhar, e deixam as áreas mais escuras do que a pele normal. A causa exata da foliculite eosinofílica não é conhecida, embora possa envolver o mesmo fungo responsável pela foliculite pitirospórica. Neste tipo, os corticosteroides são o melhor tratamento, em casos graves é necessário entrar com a medicação oral também. Em pacientes com HIV além dos esteroides tópicos o médico pode receitar anti-histamínicos via oral.

 

foliculite-decalvante

PREVENÇÃO

Manter a pele limpa, seca e livre de escoriações ou irritações pode ajudar a prevenir a foliculite. Certas pessoas são mais propensas a infecções, como as pessoas com diabetes. Se você tem algum problema médico que o torna mais propenso a contrair infecções, algumas precauções podem ser importantes.

Evite lavagens antissépticas rotineiramente, pois deixam a pele e seca e matam bactérias protetoras. Mantenha a pele hidratada. Tome cuidado ao fazer a barba, use gel de barbear, espuma ou sabão para lubrificar as lâminas e evitar cortes.