SBD

Brasileiros

SBD

Estrangeiros

SBD

Centros Dermatológicos

SBD

Regionais

OU

Seja um associado

Conte com o apoio da segunda maior Sociedade de Dermatologia do mundo, tenha acesso a conteúdos exclusivos e um perfil profissional completo no site.

OR

Be an associate

Count on the support of the second largest Society of Dermatology in the world, have access to exclusive content and a complete professional profile on the site.


Pitiríase Versicolor-(Pano Branco)

Pitiríase Versicolor-(Pano Branco)

É uma micose superficial da pele causada por fungos do gênero Malassezia, que são leveduras que habitam o folículo piloso sem causar doença.

O que é? O que é?

Pitiríase Versicolor é uma micose superficial da pele causada por fungos do gênero Malassezia, que são leveduras que habitam o folículo piloso sem causar doença. Também é conhecida popularmente como “pano branco”.  Quando existem condições favoráveis para o crescimento do fungo, ele consegue invadir a pele e causar as lesões características. Os fatores externos que facilitam a infecção são o calor e a umidade. Existem também fatores do hospedeiro que a favorecem: a desnutrição, a sudorese excessiva e o uso de anticoncepcionais, de corticoides e/ou de imunossupressores. Está presente no mundo todo e atinge todas as faixas etárias, sendo mais frequente em adolescentes e adultos jovens, pois estes têm maior atividade da glândula sebácea.

 

 

Sintomas Sintomas

Manifesta-se por manchas redondas ou ovais, recobertas por escamas finas, no tronco e braços. Estas manchas podem variar do branco indo até o vermelho e o castanho, por isto é chamada de versicolor. As lesões normalmente não causam problemas, ocasionalmente a pessoa pode sentir coceira.

O diagnóstico muitas vezes é feito por meio do exame de pele realizado por um dermatologista experiente. Em casos duvidosos, pode-se utilizar uma lâmpada conhecida como Wood, pois as lesões fluorescem de forma característica. A pesquisa de fungos e cultura feita por meio de raspagem superficial da pele também pode ser solicitada. Em casos mais difíceis, o dermatologista poderá indicar biópsia da pele.

Tratamentos Tratamentos

O tratamento pode ser feito com medicações aplicadas diretamente na pele ou ingeridas por via oral. Elas eliminam a descamação em poucos dias, porém devem ser mantidas por várias semanas, isso quando se opta pelo tratamento tópico. As alterações da pigmentação tendem a se resolver mais lentamente do que a descamação. Quando ficam manchas claras, mesmo após o tratamento, a exposição moderada ao sol será útil para acelerar a recuperação da cor natural da pele.

Prevenção Prevenção

A prevenção da pitiriase versicolor é feita por meio da utilização de roupas leves, arejadas e, preferencialmente, de tecidos não sintéticos.

Após o tratamento, é necessário deixar planejado o uso de medicamentos para evitar que a micose retorne. A manutenção pode ser feita com medicamentos tópicos ou sistêmicos.

Outros problemas e doenças de pele

Tinea (Impinge)

Tinea (Impinge)

Impinge é o termo popular para descrever as infecções superficiais da pele causadas por fungos dermatófitos, que se alimentam da queratina da pele.

Leia mais...
Impetigo

Impetigo

É uma infecção bacteriana superficial da pele muito comum, altamente contagiosa, vista mais frequentemente na face ou extremidades da pele de crianças.

Leia mais...
Micose

Micose

Micoses são infecções causadas por fungos que atingem a pele, as unhas e os cabelos.

Leia mais...
Leucodermia Gutata - (sarda branca)

Leucodermia Gutata - (sarda branca)

Leucodermia gutata, ou leucodermia solar, conhecida popularmente como sarda branca, são manchas esbranquiçadas nas áreas expostas ao sol, principalmente nos antebraços e pernas, que ocorrem pelo dano cumulativo, causado pelos raios ultravioleta ao longo da vida.

Leia mais...
Hemangioma

Hemangioma

O hemangioma infantil, ou hemangioma da infância (HI), é o tumor benigno mais comum nessa faixa etária.

Leia mais...
   

Siga a SBD e fique atualizado.